Alijó desmente Quercus sobre Plano contra incêndios

Em contradição com a Quercus, que ontem lançou um alerta sobre a falta de investimento na prevenção de incêndios, referindo-se ao município de Alijó, a Câmara Municipal veio hoje desmentir esta informação pela voz do seu vice-presidente, José Paredes.

Em declarações à comunicação social, o autarca alijoense falou hoje de uma “notícia enganosa”, referindo que o município tem feito um investimento “muito significativo” na prevenção de incêndios que recorrentemente fustigam a região.

Segundo José Paredes, Alijó tem um Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, válido por 5 anos, revisto em Dezembro de 2014 e enviado ao Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICFN), com data de 30 de Dezembro. “Até à data, suponho porque estavam à espera de uma alteração legislativa ao decreto de lei 124, que dá corpo a este plano, não comunicaram ao município de Alijó nem a sua aprovação nem a sua desaprovação”, explica o autarca.

Para o vice-presidente, que é também vereador da protecção civil da Câmara de Alijó, este assunto esté “não mãos do ICFN”, não entendendo o “porque não o aprovou ou não comunicou oficialmente essa decisão ao município.”

,