Dado “primeiro passo” para a requalificação do Pinhão

Foi ontem assinado, na Junta de Freguesia, o contrato de execução da primeira fase de requalificação do Núcleo Urbano do Pinhão, no concelho de Alijó.

As obras na Rua António Manuel Saraiva vão avançar “assim que as burocracias estejam ultrapassadas”, nas palavras do autarca José Paredes que afirmou ainda, durante a cerimónia de assinatura do contrato, que esta obra “marca o início de um tempo novo para o concelho de Alijó, transformando a vila do Pinhão no centro nevrálgico da Região Demarcada do Douro” com centralidade económica, social e cultural.

Contudo, sublinha o autarca, esta “requalificação e o carácter de modernidade que vamos dar à vila importam em primeiro lugar aos pinhoenses, é para eles que trabalhamos, acima de tudo”.

“Vamos melhorar substancialmente as condições aqui, designadamente com a criação de um parque de estacionamento para autocarros e viaturas ligeiras, desviando a grande densidade de veículos aqui parados na rua, o que por sua vez irá ajudar a que o trânsito circule de forma mais fluída”, afirma José Paredes.

A obra, explicou o autarca alijoense, será dividida em quatro fases: “esta assinatura diz respeito à primeira fase, com um custo de cerca de 1,2 milhões de euros. O projeto para a segunda fase, que será uma intervenção à superfície de fundo na rua António Manuel Saraiva, está concluído e ainda este ano, acredito, haverá uma resposta à candidatura que apresentamos a fundos europeus.

Na terceira fase incluímos o espaço para um restaurante de luxo que será a Junta de Freguesia a gerir, para que o concessione a um privado. Finalmente, a quarta fase será a fluvina que será também toda ela alvo de uma profunda requalificação”.

José Paredes confessa que “este processo foi difícil, começamos do zero. Em três anos houve muito trabalho que foi feito a todos os níveis, muita burocracia, estudos e reuniões com diversas entidades mas valeu a pena para agora estar aqui a marcar o arranque do mesmo”.

Sandra Moutinho – Presidente da J.F. do Pinhão

Sandra Moutinho, presidente da Junta de Freguesia do Pinhão, estava também “muito satisfeita” com o arranque deste projeto que era um desejo dos pinhoenses há várias anos.

“Desde 2013, no anterior executivo que eu também integrei, que apostamos neste projeto que irá agora arrancar com esta 1ª fase, financiada pela CIM Douro, para depois avançarmos com a obra de requalificação da rua António Manuel Saraiva”.

A autarca afirma que o arranque desta requalificação “é importante tanto para os pinhoenses como para quem visita a vila, uma vez que criará condições para que todos usufruam do espaço de forma mais harmoniosa”.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *