Douro representado na 4ª Gala das 7 Maravilhas à Mesa

A região duriense estará representada na 4ª Gala das 7 Maravilhas à Mesa com a gastronomia de três concelhos: Alijó, Tarouca e Vila Real.

No total foram 182 as mesas candidatas à eleição das 7 Maravilhas à Mesa, tendo o jurí, composto por 77 especialistas e um conselho científico, eleito as 49 finalistas que agora serão colocadas à prova durante 7 galas, a realizar entre os dias 22 de julho e 16 de setembro, e que serão alvo de transmissão televisiva pela RTP.

O projeto, desenvolvido em parceria com a AMPV (Associação de Municípios Portugueses do Vinho), e a AHRESP (Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal), conta ainda com o Apoio Institucional do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, do Ministério do Mar, da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, da Secretaria de Estado do Turismo e do Turismo de Portugal.

O objetivo desta iniciativa é promover o melhor da gastronomia, vinhos, azeite e roteiros turísticos de cada região participante.

“Vamos votar o prazer de estar à mesa e também o prazer de ir para lá, de lá chegar, de lá estar. Trata-se por isso de comer, de beber e de andar por roteiros turísticos, desfrutando do melhor que a vida tem para nos oferecer. Queremos harmonizar a gastronomia com os vinhos, mas também com o prazer de percorrer o país, descobrindo os encantos do enoturismo”, afirmou Luis Segadães, Presidente das 7 Maravilhas, na apresentação da edição deste ano que decorreu em Monsaraz.

Uma novidade da edição deste ano, comparativamente à primeira edição, realizada em 2011, é a entrada em cena dos vinhos e dos roteiros turísticos, como forma de potenciar a gastronomia nacional.

“Era inevitável que as 7 Maravilhas acabassem por entrar no território dos vinhos, que são fator diferenciador incontornável na promoção de Portugal além fronteiras, e regressar ao universo da gastronomia, que já elegemos em 2011 e que agora abre todo um novo leque de oportunidades de promoção ao ser aliado aos vinhos e aos roteiros e experiências que tornam a nossa mesa única no mundo”, afirmou Luís Segadães.

Dos três concelhos do Douro que participam desta iniciativa, apenas Alijó irá receber uma das sete galas programadas, será a 12 de agosto e, além da mesa local estarão ainda em competição as mesas de Lajes das Flores, Albufeira, Beira Serra, Seia, Setúbal e Constância.

Vila Real será o primeiro concelho a entrar em competição logo na primeira gala, em Reguengos de Monsaraz, já Tarouca só entra na competição a 2 de setembro, na última gala, que se realizará em Lagoa, no Algarve.

Ao contrário do que acontece com Vila Real e Alijó, em que o promotor da mesa local é a própria autarquia, em Tarouca essa responsabilidade é do restaurante, A Tasquinha do Matias, situado junto à Ponte Fortificada de Ucanha.

A final desta iniciativa que conta ainda com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, realiza-se a 16 de setembro na cidade algarvia de Albufeira.

, , ,