Município aprova descida de impostos em 2021

O Município de Alijó viu o seu pacote fiscal para 2021 aprovado na última sessão ordinária da Assembleia Municipal.

O pacote de medidas para o próximo ano é marcado por um forte reforço do poder económico das pessoas e pelo alívio dos encargos fiscais das famílias e das empresas do Concelho, sem comprometer o equilíbrio financeiro da Autarquia.

Depois de um ano particularmente difícil, a descida do Imposto Municipal de Imóveis (IMI) para 0,36%, a manutenção do “IMI familiar”, que prevê uma redução deste imposto mediante o número de dependentes do agregado, a diminuição do IRS de 5% para 3,5% e a fixação da Derrama em 1,5% para as grandes empresas e em 0,5% para as pequenas empresas vai implicar necessariamente um decréscimo nas receitas municipais. Num ano excecional marcado pelas dificuldades provocadas pela pandemia de Covid-19, o Município prevê, com esta descida de impostos, poupar às famílias e empresas locais mais de 200 mil euros.

Esta descida dos impostos e consequente alívio da carga fiscal só foi possível graças à situação financeira estável, fruto do enorme esforço da Câmara Municipal de Alijó ao longo dos últimos sete anos com vista à consolidação das suas contas.

Simultaneamente, o Município continuou a cumprir as suas obrigações, dando resposta às necessidades dos munícipes e mantendo um conjunto significativo de investimentos de elevada dimensão financeira, imprescindíveis para o desenvolvimento integrado e sustentado do território.

Este pacote fiscal, enquanto instrumento de competitividade territorial, contribui para a manutenção da coesão social, a promoção do crescimento económico e a qualidade de vida dos munícipes.

,