Novo temporal deixa região em sobressalto

A região duriense voltou a estar debaixo de um forte temporal ao final da tarde do dia de hoje, contudo, sem provocar os avultados danos que ontem, por exemplo, se registaram em Lamego.

Carros submersos em Constantim, Vila Real – Foto: Luso Meteo

No Pinhão, depois dos estragos sofridos na vila no passado dia 28, hoje apenas se registou um “pequeno movimento de massas”, segundo fonte dos bombeiros locais que procederam já à limpeza da estrada afetada.

Em Tabuaço, São João da Pesqueira e Sabrosa choveu em abundância, contudo, em nenhum dos concelhos se registou danos maiores, tendo os bombeiros sido chamados para desentupir algumas sarjetas e retirar àrvores que caíram nas estradas.

Deste segundo dia de temporal destaca-se o concelho de Vila Real onde se registaram diversas inundações que obrigaram à intervenção dos bombeiros. Em Constantim alguns carros chegaram mesmo a ficar parcialmente submersos.

Na aldeia de Fortunho, ainda em Vila Real foi onde se registou o caso mais grave quando um raio atingiu uma habitação provocando um incêndio que destruiu parte da habitação e um anexo onde se encontrava um depósito de gasóleo, segundo fonte dos Bombeiros da Cruz Verde.

O dia de amanhã ainda não será de verão. Contactado pelo nosso jornal, Fábio Felix, da página Luso Meteo, declarou que o dia de amanhã será semelhante aos dias de hoje e de ontem com fortes possibilidades de chuva intensa, trovoada e queda de granizo.

Questionado sobre a falta de avisos mais precisos pela parte do IPMA, Fábio Felix afirma que “era totalmente previsível que havia condições para isto”, apesar de, salvaguarda, não ser possivel indicar o local exato onde poderiam acontecer as situações mais graves.

, ,