Armamar Medieval levou milhares de visitantes ao concelho

Foto: Salomé Ferreira

Foto: Salomé Ferreira

A vila de Armamar recuou até ao século XII nos dias 4 e 5 de junho com a realização da Feira Medieval e o Mercado das Flores.  A Autarquia faz um “balanço extremamente positivo da iniciativa”, realçando o envolvimento da população com a participação de mais de 400 figurantes pertencentes a associações do concelho.

“Faço um balanço francamente positivo, quer pelo número de visitantes e por aquilo que registamos como sendo pessoas de fora que visitam Armamar neste dia, quer por aquilo que é a envolvência das nossas associações, este ano conseguimos levar a efeito este evento só com prata da casa, o que mostra que no concelho de Armamar há essa dinâmica de as pessoas participarem nos eventos”, afirmou João Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal.

A Igreja Matriz de São Miguel de Armamar foi o pano de fundo do certame onde participaram como figurantes mais de 400 pessoas ligadas a várias associações do concelho, tendo sido realizadas diversas atividades ao longo dos dois dias da Feira.

Entre as propostas dinamizadas pelas coletividades, João Paulo Fonseca destaca o teatro de rua “Vontade de um povo”, uma recriação livre da lenda da Igreja de São Miguel de Armamar.

“Foi um momento teatral de grande qualidade porque para além daquilo que é a qualidade dos nossos atores locais o tema em si também é bastante importante, foi reviver a história e reviver a história é sempre importante em termos culturais para as nossas gentes”, referiu o edil.

Do programa destaque ainda para a celebração de uma missa em Latim, o cortejo das flores com danças medievais e quadros da época, bem como o torneio de esgrima e o espetáculo de fogo que encerrou o evento ao fim da tarde de domingo.

Cláudia Damião, vereadora da Câmara Municipal, destaca também a grande mobilização “das nossas gentes não só a nível dos participantes e figurantes mas também sobretudo dos forasteiros que escolheram este fim-de-semana para visitar Armamar”, afirmou.

O evento ficou assim marcado pela grande afluência de visitantes, “há muitos turistas a visitar Armamar e que estão hospedados nos alojamentos turísticos quer do concelho quer de fora do concelho e isso deixa-nos deveras satisfeitos”, confessou João Paulo Fonseca.

Na opinião de Cláudia Damião, esta edição “superou as expetativas de há dois anos”, sendo que o evento “Armamar Medieval – Mercado das Flores” trouxe “mais gente” à vila este ano.