Atividade física e dança dinamizam “Misericórdia Viva” em Lamego

Os utentes da Santa Casa da Misericórdia de Lamego, de todas as idades, são os grandes beneficiários do programa “Misericórdia Viva” que está ativo neste momento com o objetivo de melhorar a sua qualidade de vida, sobretudo através da atividade física e da dança.

Este projeto é adaptado às características específicas de cada valência e de cada utente indo ao encontro das suas reais necessidades.

Todos os dias, a realização de um conjunto bastante diversificado e enriquecedor de iniciativas nas áreas da educação, das artes e da saúde contribui para o exercício de uma cidadania ativa por parte destes utentes.

As crianças da creche e do jardim-de-infância aprendem, por exemplo, a conhecer melhor o seu corpo, através da atividade física e da dança, criando uma imagem favorável de si própria e participando em formas de cooperação e competição saudável. Por outro lado, no Lar de Arneirós, o aperfeiçoamento do controlo motor e da função cognitiva é alcançado mediante a integração dos idosos em sessões organizadas de exercício físico.

A participação em atividades de reabilitação motora, trabalho funcional, dança, sessões de relaxamento (ioga) e risoterapia também beneficia o convívio social dos mais velhos, aliviando sentimentos de solidão ou de exclusão social.

O programa “Misericórdia Viva”, orientado por Roberto Sabença, abrange ainda outras valências da maior instituição de solidariedade social do concelho de Lamego: o Centro de Acolhimento Temporário (CAT), o Centro de Acolhimento Residencial e o Centro de Atividades de Tempos Livres (ATL).

“Fazemos um balanço muito positivo deste projeto que está, neste momento, no terreno. É um claro indicador da excelência da oferta de serviços que prestamos aos nossos utentes. Contribuímos todos os dias para a melhoria da sua qualidade de vida e do seu bem estar”, explica o Provedor António Carreira.

,