Criada base de dados dos produtores de cereja da Penajóia

Com a pandemia a obrigar ao cancelamento da Montra da Cereja da Penajóia, a Associação AMIJÓIA decidiu criar uma base de dados onde estão incluídos todos os produtores deste fruto.

Prevista para este mês de maio, a Montra da Cereja da Penajóia não irá acontecer novamente este ano devido às condicionantes provocadas pela pandemia Covid-19.

Em declarações recentes ao nosso jornal, Ricardo Simões, presidente da AMIJÓIA afirmou que “este evento serve para os produtores venderem diretamente ao cliente final, o que aumenta o seu rendimento, e para promover aquela que é conhecida como a primeira cereja da europa”.

O objetivo da base de dados agora criada é mitigar os efeitos negativos da não realização deste certame e ajudar os pequenos produtores a escoar o seu produto.

Com um total de quase 60 produtores, a base de dados será disponibilizada a particulares e grossistas para procederem às respetivas encomendas ou pedidos.

Ao mesmo tempo que é anunciada esta base de dados, a AMIJÓIA lança também “uma campanha de promoção da cereja da Penajóia e deste território, nas redes sociais”.

Recorde-se que a Montra da Cereja reúne todos os anos em Lamego os produtores desta freguesia sobranceira ao rio Douro, num evento que constitui um importante êxito comercial e um dos maiores cartazes turísticos desta cidade e da região do Douro.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *