Escola de Hotelaria do Douro-Lamego implementa medidas de apoio aos alunos

As Escolas do Turismo de Portugal estão a implementar um conjunto de medidas de apoio financeiro extraordinárias.

Desde o início do isolamento social e encerramento das escolas a nível nacional, a Escola de Hotelaria do Douro-Lamego tem feito todos os esforços para proporcionar aos seus alunos todo o apoio possível e continuar a dar-lhes formação, neste contexto de ensino à distância de modo a que nenhum aluno fique para trás ou seja prejudicado.

Com uma plataforma online já em uso pelos alunos e professores da escola há alguns anos em contexto escolar presencial, em apenas 2 dias todos os alunos e professores estavam já familiarizados com todas as ferramentas disponíveis para o início das atividades curriculares que decorreram dentro da normalidade possível durante as 2 semanas anteriores à interrupção da Páscoa e irão continuar a partir de dia 15 de abril.

Alunos com dificuldades de acesso à internet ou sem computador foram devidamente sinalizados e colmatadas as suas dificuldades recorrendo a diferentes soluções.

Na linha do decidido pelo Turismo de Portugal, foram disponibilizados os seguintes apoios e tomadas as seguintes decisões em relação aos alunos:

  • Suspensão da aplicação de todas as propinas previstas para os diversos cursos e ações de formação inicial e contínua
  • Atribuição de subsídio de alimentação aos alunos que beneficiam de apoios sociais
  • Manutenção do reembolso das despesas com alojamento, aos alunos que beneficiam desta tipologia de apoio social, dado que, desconhecendo-se o términus desta situação, se verifica a necessidade de assegurar a manutenção dos respetivos alojamentos;
  • Atribuição de uma Bolsa extraordinária para material didático a todos os alunos que beneficiam de apoio social, para apoiar os custos adicionais com o acesso à internet;
  • Atribuição da Bolsa extraordinária para material didático, aos alunos que, não beneficiando de apoios sociais, evidenciem uma situação extraordinária de dificuldade de acesso à internet e comprovem que necessitam deste apoio para a subscrição de um serviço que lhes garanta a participação ativa no plano de formação em curso;

Com estas medidas, o Turismo de Portugal procura apoiar os alunos e as suas famílias, garantindo equidade no acesso a esta nova modalidade de formação e promovendo justiça social, um dos valores essenciais dos projetos educativos da rede de Escolas de Hotelaria e Turismo.

O Turismo de Portugal procura assim ser Turismo #PorTodos, um movimento através do qual apela à resiliência do setor que tanto tem contribuído para a Economia do país.

, ,