Feira Agrícola mostra “o melhor que se faz na região” 

Sob o lema o “Reencontro do Douro”, a terceira edição da Feira Agrícola de Lamego (FAL), “um evento que se tem afirmado como a montra do que melhor se faz na região neste setor”, nas palavras do secretário de Estado da Agricultura, Luís Medeiros Vieira, abriu as suas portas, tornando-se um ponto de encontro privilegiado para o setor agrícola nacional.

A FAL apresenta, mais uma vez, no Centro Multiusos o melhor cabaz de produtos que o mundo rural é capaz de oferecer, nomeadamente nos setores do vinho, dos espumantes e da fruta.

“Esta é uma realidade muito diversificada, para a qual precisamos de todo o apoio dos nossos governantes”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Lamego, no discurso de abertura que proferiu no ato público de inauguração.

Este ano, e pela primeira vez,  a Câmara Municipal de Lamego juntou num único evento, a organização da Feira Agrícola e da Grandiosa Feira de Santa Cruz, o maior evento de arte equestre realizado na região do Douro, com o objetivo de alavancar a projeção destas iniciativas e, com isso, atrair mais público e aficionados pela arte equestre e pelo mundo rural.

“É tudo isto que faz um país rico. O território é o nosso principal recurso financeiro. Temos agora uma agricultura mais inovadora e mais virada para o mercado”, destacou o secretário de Estado da Agricultura, no final da visita guiada que efetuou a todos os stands da FAL, enaltecendo ainda o empreendedorismo jovem que notou neste certame, organizado pela APEDOURO – Associação Promotora de Eventos no Douro, com o apoio da autarquia.

Entre as várias dezenas de expositores foi possível encontrar produtores de diversos produtos como vinhos, enchidos, queijos, etc, assim como diversas outras atividades ligadas à agricultura, turismo e serviços, entre pequenos, médios e grandes empresários.

,