Misericórdia tem novo projeto para o antigo hospital

Segundo o provedor da Misericórdia de Lamego, António Marques Luís, já há projeto para a utilização do edifício que durante anos acolheu o Hospital da cidade. A instituição quer instalar no imóvel uma clínica de hemodiálise, num projeto em que, afirma o responsável, “temos a certeza absoluta que se vai desenvolver”.

Ainda assim, o responsável afirma que o edifício não vai ficar totalmente ocupado. Em declarações à comunicação social, António Marques Luís diz que a Misericórdia local tem “lutado muito” por procurar investidores que possam investir no prédio do antigo Hospital.

“Não tem sido possível e vamos ter de aprofundar esta relação de uma forma mais intensa com a Câmara Municipal, até no âmbito das novas competências que a autarquia vai ter nomeadamente nas áreas da saúde e da Segurança Social”, explica.

O provedor da Misericórdia de Lamego defende ainda que o edifício não pode ser deixado ao abandono e que a instituição quer que aquele imóvel volte a ser útil para a população do concelho.

O responsável revela ainda que outros serviços podiam ocupar o antigo Hospital de Lamego, como organismos públicos da área de saúde, nomeadamente na vertente dos cuidados de saúde primários.

“É um caminho, como será o de residência de estudantes no âmbito do Instituto Politécnico de Viseu ou de instalar uma unidade hoteleira. O que queremos é dar ao edifício um destino que seja socialmente útil, gere empregos, fixe profissionais e acrescente PIB à região de Lamego”, remata.

António Marques Luís assume que está preocupado com o estado de degradação do antigo Hospital de Lamego.

,