Padre agredido após celebrar missa

O padre José Bouça Pires, da diocese de Lamego, foi agredido a murro e pontapé por um homem depois de celebrar uma missa na Capela de Nossa Senhora da Guia, em Cambres.

“Foi um ato isolado que não valorizo. Até porque as pessoas têm-me transmitido apoio e palavras de solidariedade”, explicou o pároco, de 70 anos, em declarações à comunicação social.

Segundo foi possível apurar, o motivo das agressões tem a ver com a substituição de funcionários no centro paroquial. Alegadamente, a sogra do agressor foi preterida por outra pessoa.

O padre, que há 25 anos celebra missas na paróquia de Cambres, apresentou queixa na GNR e o caso seguiu para o Ministério Público.

Na freguesia as opiniões dividem-se entre os que afirmam que o padre está a sofrer as consequências de algumas decisões tomadas e os que o apoiam, entre eles os seus colegas da diocese de Lamego.

,