Patronato Nuno Álvares Pereira agraciado com a Medalha de Ouro

A Câmara Municipal de Lamego agraciou com a Medalha de Ouro da Cidade o Patronato Nuno Álvares Pereira, em cerimónia realizada a 4 de setembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Com mais de um século de existência, esta escola particular criada com a missão de ajudar o Governo na tarefa contra o analfabetismo, dirigida em especial aos “meninos” mais carenciados da cidade, foi distinguida tendo em conta que “ao longo de décadas criou uma solidez e uma firme consolidação, independência, reputação e respeito granjeado junto de todas as instituições locais e nacionais”. “Impõe-se o reconhecimento do Município de Lamego a esta instituição que nasceu com uma génese religiosa e que era responsável pelo apoio social aos mais desfavorecidos. O Patronato marcou indelevelmente a vida de muitos lamecenses. A todos aqueles que tiveram à frente desta escola é devido o reconhecimento pela obra deixada que se perpetuará pelo seu exemplo”, fundamentou, desta forma, o Presidente Ângelo Moura a realização desta homenagem pública.

Durante o discurso de agradecimento que proferiu, o antigo Presidente do Patronato Nuno Álvares Pereira, Alberto de Jesus Almeida, afirmou que esta instituição centenária deve sentir-se orgulhosa da sua História. “Formaram-se aqui milhares de alunos que, nas mais variadas profissões aqui e além mar, têm dado cartas nos ofícios que seguiram, fruto desta formação primária e primeira que obtivemos nas velhas carteiras do nosso Patronato”.

Durante a cerimónia de outorga, também foi feita a apresentação pública do livro “100 Anos 1000 Histórias”, da autoria de Alberto de Jesus Almeida, publicado por ocasião do centenário do Patronato Nuno Álvares Pereira (1920-2020).

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *