APAV dinamiza workshop para CLAS de Mesão Frio

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) de Vila Real organizou, no passado dia 25 de setembro, um workshop sobre o acolhimento a vitimas de violência doméstica, destinada exclusivamente aos técnicos do Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Mesão Frio.

Sob o lema “Acolhimento de vítimas de violência doméstica em casas de abrigo”, este workshop acontece 15 anos após a abertura da casa de abrigo Sophia, um suporte físico e funcional importante da APAV no âmbito do apoio às mulheres e crianças vítimas de violência doméstica que diariamente solicitam apoio à rede nacional de gabinetes de apoio à vítima da associação.

A ministrar o workshop esteve Elisa Brites, gestora do Gabinete de Apoio à Vítima na APAV, que simultaneamente exerce funções como diretora da casa abrigo Sophia, e Dália Santos, jurista da referida estrutura.

As duas oradoras informaram os presentes sobre o regime jurídico aplicável à prevenção de violência doméstica, à proteção e à assistência das vítimas. Elucidaram, também, sobre o papel crucial das casas de abrigo na reestruturação da vida destas pessoas, locais seguros para que as mesmas, com ou sem filhos, possam permanecer, ter aconselhamento e ajuda relativamente aos seus direitos, proteção social, habitação, emprego, regulação das responsabilidades parentais, entre outros.

A iniciativa teve como objetivo fundamental, clarificar as dúvidas dos técnicos, estabelecendo uma abordagem ao processo do encaminhamento das vítimas de violência doméstica para as casas de abrigo.

Para que o papel dos técnicos do CLAS seja ainda mais efetivo na área abrangida pelo município de Mesão Frio, foi reiterada a importância do levantamento de informação e das necessidades das vítimas que procuram apoio para, desta forma, agirem no terreno com respostas mais adequadas.

,