Câmara cria equipa que vai apoiar cidadãos em situação de confinamento obrigatório

Vão andar no terreno a verificar se os cidadãos em confinamento obrigatório necessitam de ajuda, ajuda alimentar e de medicação, ou de apoio social ou psicológico.

A equipa vai ainda averiguar a adequação das condições de habitação para cumprimento do confinamento obrigatório. E nestas visitas domiciliárias certificam ainda o cumprimento efetivo do recolhimento imposto pelas autoridades de saúde.

Vai ser esse o trabalho fulcral da equipa multidisciplinar de apoio social e à saúde que o Presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira acaba de criar no âmbito das suas competências como responsável municipal máximo da política de proteção civil, com poderes para desencadear ações de prevenção, socorro, assistência e reabilitação adequadas, entre muitas outras.

Estão envolvidos na equipa multidisciplinar um representante da saúde local, técnicos municipais das áreas de Serviço Social e Cultural, de Psicologia e até de Combate ao Insucesso Escolar, todos em cooperação permanente com a Guarda Nacional Republicana.

A equipa é criada tendo em conta a situação excecional que o país atravessa e a proliferação de casos registados de contágio de covid-19 na região, mas muito em particular o agravamento da evolução de casos positivos registados nas últimas semanas no Município de Moimenta da Beira.

José Eduardo Ferreira considera “que se justifica a implementação de medidas extraordinárias e de caráter urgente, que têm como objetivo prevenir e minimizar a possibilidade de contágio no concelho e quebrar as cadeias de transmissão do vírus”.

,