Município desenvolve boas práticas ambientais

O projeto “Floresta Eco-Geração Murça”, que já vai na sua terceira edição e que envolve jovens do Concelho, desenvolveu recentemente, uma ação de informação e sensibilização em parceria com a Resinorte, entidade responsável pelo tratamento e separação de resíduos sólidos urbanos, com o objetivo de continuar a envolver a população no desenvolvimento de melhores práticas ambientais.

Os jovens voluntários participarem numa sessão de esclarecimentos e formação, no auditório dos Paços do Concelho, que contou com a intervenção de técnicos e colaboradores da área do ambiente e do Executivo Municipal, numa lógica de partilha relativamente à estratégia do município para esta área.

Foram comunicadas e discutidas questões acerca do processo de reciclagem no Concelho Murça e na região e as suas mais-valias económicas e ambientais, alertando-se para a necessidade de alterar comportamentos individuais e coletivos em defesa do ambiente. Foram descritas, ainda, novas formas de recolha de resíduos que podem ser implementadas, tecnologicamente avançadas para permitir processos mais rápidos e eficientes.

Estava ainda previsto nesta iniciativa, no dia em que se realizou a feira quinzenal, uma ação de sensibilização nas ruas de Murça, em contacto direto com a população,  distribuindo materiais informativos de grande utilidade e dialogando com as pessoas, procurando consciencializá-las para a responsabilidade coletiva que cada um têm a nível de boas práticas ambientais, descrevendo detalhadamente o processo de separação de resíduos, a sua facilidade de aplicação a nível individual e as enormes consequências positivas que este provoca a nível ecológico.

Esta ação enquadra-se no programa de política ambiental da Autarquia, cujos resultados da sua aplicação têm sido notórios. Por exemplo, no Concelho de Murça, em 2020, registou-se um aumento de cerca de 60 toneladas de resíduos reciclados, em comparação com o ano anterior, o que constitui uma variação positiva de aproximadamente 30%.

Para estes dados, contribuíram em grande parte, o reforço de ecopontos no concelho, a instalação de um descompactador de cartão e as várias ações de sensibilização da população.

,