Autarca reguense critica lista de prioridades para vacina Covid-19

Numa publicação na sua página da rede social Facebook, José Manuel Gonçalves, autarca reguense, lançou duras críticas à seleção dos grupos prioritários para a vacina Covid-19.

Na apresentação do primeiro esboço do Plano de Vacinação para a Covid-19, os mais velhos, grupo fortemente afetado pela mortalidade do vírus, ficam em último lugar do grupo prioritário.

Segundo o plano preliminar, há cinco grupos prioritários para a vacinação contra a covid-19. Primeiro, os profissionais de saúde, depois os funcionários de lares. Em terceiro lugar a população dos 50-59 anos com fatores de risco, como os doentes crónicos, e em quarto lugar os portugueses dos 60 aos 64 anos sem comorbilidades.

No fim da lista de prioridades está o grupo de pessoas com mais de 65 anos. Após estes cinco grupos, segue-se o resto da população portuguesa, numa ordem por definir.

Depois de conhecido este plano José Manuel Gonçalves publicou um texto na sua página do Facebook considerando a escolha como “inqualificável” e deixando a pergunta se “é este o exemplo que queremos transmitir às gerações mais novas?”.

Leia aqui o texto na íntegra:

“Considero inqualificável, que exista alguém que coloque a possibilidade de excluir idosos com mais de 75 anos, sem doenças graves associadas, de terem acesso à vacina para o COVID 19.

A forma como deixaram os lares entregues à sua sorte, entre a primeira e a segunda vaga é demonstração clara da pouca prioridade que foi dada a este grupo de risco.

Impõe-se uma posição de força e determinada, transversal a todos órgãos políticos, não há portugueses de primeira e de segunda, não há idosos descartáveis.

Será este, o exemplo que queremos transmitir às gerações mais novas???

Será esta, a forma que queremos agradecer às gerações mais velhas que tanto fizeram por nós e pelo país??”

,