Douro já galgou as margens na Régua

O rio Douro já galgou as margens na Régua, chegando a um bar existente junto ao cais de atracagem dos cruzeiros turísticos.

José Manuel Gonçalves, autarca reguense esteve junto ao local perto das 19 horas, altura em que falou aos jornalistas falando de uma “situação de pré-cheia”, estando previsto que o caudal possa “subir mais um pouco durante a noite”, considerando no entanto que a “situação não é preocupante”.

“O rio já chegou aqui ao cais e começou a entrar no bar que aqui existe, contudo já desde domingo que mantemos contacto com o proprietário e neste momento já não existe nada dentro do espaço”, afirmou José Gonçalves.

Na mesma zona existe também uma pequena loja de produtos locais que “está ainda encerrada nesta altura do ano, o habitual é estar a funcionar na altura da Páscoa que é quando começam a circular por aqui mais turistas”, confirmou o autarca.

 

Neste momento a barragem de Bagaúste, a montante da Régua, está a debitar cerca de 2100 metros cúbicos por segundo, aos quais acrescem cerca de 400 m3/segundo dos dois afluentes, Corgo e Varosa, ou seja, estão a ser debitados no total cerca de 2500 m3/segundo.

Para as próximas horas a Proteção Civil Municipal espera um agravamento da situação, no entanto as previsões apontam para algumas melhorias já para o dia de amanhã.

A situação pode ainda sofrer algumas alterações mediante as descargas feitas em Espanha, até ao momento em que esteve junto à comunicação social, o autarca não tinha ainda esses números.

,