Peso da Régua candidata a Cidade Europeia do Vinho 2018

Promovida pela Rede Europeia de Cidades do Vinho, a candidatura tem como objetivo o reconhecimento das cidades vitivinícolas ativas na promoção e divulgação da cultura do vinho a nível europeu.

A candidatura apresentada tem um valor de 1 milhão e 250 mil euros que contempla diversas atividades culturais, conferências, formações, desporto, entre muitas outras que devem sempre estar relacionadas com o vinho, a vinha e a região.

Com a premissa de dar mais força à candidatura a Cidade Europeia do Vinho 2018, cerca de 65 entidades de relevância local, regional, nacional e internacional, elaboraram cartas de apoio e declarações de compromisso. Entre essas entidades podemos encontrar: Turismo do Porto e Norte de Portugal, Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, Direção Regional da Cultura do Norte, Associação de Municípios Portugueses do Vinho, Museu do Douro, CIM Douro, Associação Comercial e Industrial dos concelhos de Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião e Mesão Frio, Direção Regional da Agricultura e Pescas do Norte, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego, e ainda um conjunto significativo de operadores turísticos fluviais, associações, instituições e empresários locais e regionais.

Para o Presidente da Câmara Municipal, José Manuel Gonçalves, “esta candidatura tem como principal objetivo assumirmos, de facto, que o vinho é um elemento essencial na região e na cidade de Peso da Régua. Hoje falamos muito de turismo e alicerçamos a nossa estratégia de futuro neste setor mas temos de ter presente que sem o vinho e as vinhas não teríamos turismo”.

O autarca afirma ainda que este não é um projeto “que se esgota na Régua”, os inúmeros parceiros que apoiam esta candidatura demonstram a sua transversalidade pela região norte. “A nossa intenção é que este projeto se estenda até ao Porto, é a partir de lá que grande parte do vinho que produzimos aqui é comercializado e isso não pode ser esuecido, bem como o facto de o Porto ser neste momento uma das mais importantes portas de entrada do turismo no nosso país”, conclui.

A apresentação da candidatura ao júri será feita hoje, dia 30 de novembro, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, sendo aguardado com elevada expectativa o resultado da mesma por parte do município.

,