Octogenário desaparecido em Sabrosa

Artur Lopes Guerra, de 81 anos, está desaparecido desde o dia 20 de Agosto, altura em que foi visto pela última vez à porta de casa, na aldeia de Covas do Douro, Sabrosa.

“No dia 21, a minha prima ia buscar o meu pai para uma consulta médica, por volta das 06h30, mas ele já não estava. Foi ela depois a ligar para a GNR de Sabrosa a dar conta do desaparecimento”, afirmou Filipe Guerra, um dos filhos do octogenário à comunicação social.

Dentro de casa não havia qualquer sinal de altercação, a cama estava intacta e a porta de casa destrancada, confirma o filho que se mostra preocupado com a situação, “o meu pai não sofre de qualquer doença, apenas tem algumas dificuldades de mobilidade, o que me leva a acreditar que ele foi levado por alguém. Se tivesse caído, estaria por aqui. Algo muito estranho aconteceu”.

Na aldeia, são vários os cartazes com a fotografia de Artur que se vêm, na esperança de que alguém veja o idoso, que vive sozinho desde que ficou viúvo há alguns anos.

O caso foi entregue à GNR e a Polícia Judiciária também já está no terreno, no entanto, Filipe diz que as buscas pelo pai têm sido escassas ao longo destas duas semanas, no entanto as autoridades garantem que as buscas têm prosseguido desde o alerta para o desaparecimento de Artur.

,