Festa da Castanha arranca com casa cheia

O último fim de semana de outubro marca o regresso da Festa da Castanha, em Sernancelhe, ao formato presencial, um desejo da autarquia, expositores e visitantes que assim podem provar a castanha Martaínha ao longo de três dias.

Presentes no Exposalão de Sernancelhe estiveram grande parte dos autarcas da CIM Douro, bem como de outros municípios da região, a Diretora Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Carla Alves, e o eurodeputado do PSD, Álvaro Amaro.

Depois dos discursos inaugurais e do descerrar da placa comemorativa da 29ª edição da Festa da Castanha, os convidados foram convidados a entrar no Exposalão onde o autarca, acompanhado por Carla Alves e Álvaro Amaro, fizeram uma visita aos expositores.

Em declarações ao nosso jornal, Armando Mateus, vereador da cultura e responsável pela organização do evento, confessou que, “durante toda esta fase da pandemia, a não realização da Festa da Castanha no seu formato presencial foi, sem dúvida, aquele evento que mais custou realizar”.

Para o vereador, este certame “é um evento que valoriza o nosso maior tesouro, que é a castanha Martaínha, é aquele que maior retorno de visitantes e turistas traz a Sernancelhe, contribuindo grandemente para a promoção do nosso concelho e para a economia local”.

Armando Mateus conta ainda que “no ano passado não ficamos de braços cruzados e fizemos uma feira em formato digital que teve um gigantesco sucesso. Este ano, mesmo com todas as condições para a realização do evento em formato presencial decidimos manter também o digital que tem vindo a decorrer desde o dia 22. Este ano não é tão intenso mas tem estado a correr de uma forma muito positiva com vendas muito interessantes.

Podemos ver por esta abertura que é uma aposta ganha. Infelizmente o clima não está a ajudar mas o Exposalão tem todas as condições para eventos de inverno”.

Veja as imagens do primeiro dia do evento aqui.

,