Boletins de voto em Tabuaço vão ao Constitucional

A polémica em volta dos boletins de voto no concelho de Tabuaço surgiu nos últimos dias, depois de serem tornadas públicas as provas tipográficas dos mesmos e, nas quais, o símbolo da coligação PSD/CDS-PP surge em tamanho superior aos restantes partidos e coligações.

Deparada com a discrepância, a mandatária da candidatura de João Ribeiro (PS) apresentou uma reclamação ao tribunal de Moimenta da Beira que veio agora indeferir, suportando a argumentação com a lei que limita a apresentação de reclamações no prazo de 24 horas, obrigatoriedade que não foi cumprida.

Numa nota entretanto publicada na página de Facebook, a candidatura socialista contesta a decisão alegando que “só na última segunda-feira, dia 4, teve conhecimento da afixação das provas, em local diferente daquele que durante anos foi o habitual”.

Na mesma nota é ainda possível ler-se que “será apresentado um recurso ao Tribunal Constitucional, a quem cabe a palavra final”.

Apesar do revés sofrido com a decisão do tribunal de Moimenta, a candidatura de João Ribeiro mostra alguma satisfação pelo facto de o executivo já ter admitido o erro e garantido a sua reparação, assim como pelo facto de ter exposto “o tipo de jogadas de que os mais altos responsáveis da coligação PSD/CDS-PP são capazes de fazer para adulterar o jogo democrático”.

Este caso já chegou também à Comissão Nacional de Eleições que, face aos factos conhecidos, decidiu reunir o respetivo plenário para analisar a questão. A decisão poderá ser conhecida ainda até ao fim do dia de hoje.

,