Campanha “Não Há Duas Sem Três” revestida de sucesso

O Município de Tabuaço, com o objetivo de ajudar a economia local, lançou este ano a campanha “Não Há Duas Sem Três”, que agora se aproxima do seu término, estando já marcada pelo sucesso alcançado.

“Não há duas sem três” é uma iniciativa direcionada para a hotelaria, restauração, produtores locais e artesãos, com o intuito de incentivar turistas a permanecer ou regressar a Tabuaço, tendo em vista a recuperação das perdas provocadas pela pandemia no setor.

Durante o período de validade da campanha, de 15 de maio a 31 de outubro de 2021, por cada reserva de duas ou mais noites numa unidade hoteleira do concelho de Tabuaço, a Câmara Municipal atribui vouchers no valor total de 60€ a aplicar nos alojamentos, na restauração e na aquisição de artesanato ou produtos locais.

Para o autarca esta é uma aposta ganha, registando já a emissão de quase 800 vouchers, num volume total que se aproxima dos 20 mil euros.

“O balanço desta iniciativa é bastante positivo. Desde o lançamento da campanha que o feedback foi surpreendente, uma vez que diariamente turistas entraram em contato com os serviços de Turismo do Município para se inteirarem da iniciativa.

Ainda a decorrer, até à data foram já atribuídos 795 vouchers nos vários sectores, nomeadamente restauração, hotelaria e artesanato e produtos locais, o que se traduz em 15 900,00€.

A iniciativa “Em Tabuaço Não Há Duas Sem Três” foi criada, antes de mais, para suprir as lacunas da intervenção do Estado, através da qual a Câmara Municipal assumiu o papel de subsidiário e de proximidade de modo a, por efeito de mitigação, garantir o funcionamento da economia local, num cenário de grandes constrangimentos provocados pela pandemia da Covid-19 e que ditou o encerramento das atividades por longos períodos.

Esta foi apenas uma de várias, num pacote de medidas que o Município desenvolveu para apoiar as nossas empresas e empresários e a economia em geral. Além desta, o município desenvolveu também a Campanha “É Nosso”, igualmente de apoio e incentivo à compra no comércio local, o Apoio às Rendas para os comércios que igualmente por força da pandemia estiveram encerrados ou parcialmente encerrados e ainda o apoio direto a empresas e empresários em nome individual, calculado mediante a quebra de faturação.

No caso da “Em Tabuaço Não Há Duas Sem Três” , que continuará a decorrer até ao final do mês de Outubro, o intuito é incentivar turistas a visitar, comer, comprar, permanecer ou regressar a Tabuaço, tendo em vista, como referi, a recuperação das perdas provocadas pela pandemia no referido setor.

Apesar de esperar que os motivos não se repitam, o autarca tabuacense, Carlos Carvalho, garante que a autarquia continuará a incentivar o comércio local, podendo ativar algumas destas medidas em diferentes momentos no futuro.

“O desejo é que não tenhamos que repetir estas iniciativas, pelo menos não pelo mesmo motivo, o que significará que não passaremos por mais nenhum confinamento, que as coisas estarão controladas e, basicamente, não teremos mais constrangimentos relativos à pandemia.

No entanto, defendemos que poderá haver épocas em que se justifique o incentivo à compra no comércio local e aí iniciativas como o “É Nosso”, por exemplo, continuarão a fazer sentido, da mesma maneira que não vemos como descabido, pontualmente criarem-se iniciativas que alavanquem determinados sectores como o do turismo, por exemplo”.

,