Idosos de Tabuaço são estrelas no Youtube

Em Tabuaço, a Associação Centro de Dia de Sendim é uma instituição que marca a diferença pela forma como trata os idosos que ali residem. Exemplo dessa diferença são os vídeos com milhares de visualizações que ali são produzidos e colocados nas redes sociais.

José Silva, diretor da instituição conta ao VivaDouro que tudo começou em 2010 com uma animadora que o centro contratou e que começou a fazer uns vídeos para mostrar o antes e o depois da instituição. “Esse formato agradou-nos, vimos nessa ferramenta uma forma de nos darmos a conhecer e mostrar o trabalho que aqui fazemos. Quando entraram as duas novas animadoras pedi-lhes que continuassem a fazer os vídeos e realmente têm sido um sucesso”.

A instituição, que conta neste momento com 20 idosos, tem um segundo lar onde residem mais 14 e presta ainda apoio domiciliário a 20, contudo, há sempre tempo para fazer os vídeos, até porque, como nos diz a animadora Ana Raquel Pombo, “eles gostam desta azáfama, de terem que se vestir para o personagem, de tirar fotografias e fazer vídeos, para eles são momentos muito animados e isso fá-los sentirem-se melhor”.

Ana Raquel Pombo – animadora

O problema, continua a animadora, “é o tempo que vai entre o fim das filmagens e o vídeo estar pronto, estão sempre ansiosos para ver o resultado final”.

Um dos últimos êxitos destes “atores” foi a recriação de um videoclip da música “Despacito” mas, já antes, um vídeo de Natal se tinha transformado viral, contando já com cerca de 250 mil visualizações no Youtube.

Deolinda Faria, José Gomes, Francelina de Jesus, o Sr. Matos e o Sr. Gomes são apenas alguns dos idosos que participam nestes filmes e com quem o VivaDouro falou. A alegria com que falam dos vídeos é evidente e deixam logo bem claro, “se não gostássemos não fazíamos”.

Para os residentes do centro, participar nestas iniciativas é quase um elixir da vida, “Quando há assim qualquer coisa é uma alegria, parece que até ficamos mais novos, é uma alegria, faz-nos lembrar de quando éramos novos”.

Também para os familiares, muitos emigrados e por isso impossibilitados de acompanhar estes idosos de uma forma mais próxima, os vídeos são positivos. “Eles gostam muito de nos ver, ficam felizes por verem que estamos bem e animados”, afirma um dos elementos do grupo com quem falamos.

Ana Raquel, a animadora, confirma que para os “familiares que estão longe, também é uma forma de os verem e o que nos dizem é que também gostam muito dos vídeos”.

José Silva – Diretor

Para José Silva, estes vídeos são também importantes para o reconhecimento da instituição. “Os vídeos geram milhares de visualizações e isso é importante para a instituição porque normalmente, quando estas instituições são notícia é por maus motivos e neste caso é o contrário. Somos uma instituição de referência na região, basta ver a lista de espera que temos para perceber a quantidade de pessoas que gostava de estar aqui e como é óbvio, esta visibilidade também ajuda a esse reconhecimento.

Em breve o Centro de Dia de Sendim vai ser ampliado, uma obra que está a decorrer e que irá aumentar a capacidade dos atuais 20 residentes para 36, um investimento que ronda os 2 milhões de euros.

Para o diretor, José Silva, “Esta obra pretende dar ainda mais qualidade aos nossos idosos, é a nossa função, proporcionar condições dignas a quem vive connosco, a passagem dos idosos aqui não tem que ser curta. A nossa taxa de mortalidade é muito reduzida, em 2016, por exemplo, tivemos apenas um óbito e eu acredito que as condições que lhes damos e este tipo de iniciativas como os vídeos, ajudam a este registo”.

, ,