Ponte da Foz do Sabor contemplada no mapeamento das estradas do Ministério das Infraestruturas

No Plano de Recuperação e Resiliência, aprovado e já submetido à União Europeia, está contemplada a intervenção na ponte da Foz do Sabor.

Esta está inserida no âmbito da transição climática, uma das três dimensões deste plano, e que contempla um montante de 13500 mil milhões de euros onde estão também integradas as estradas municipais.

Para Nuno Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, “neste plano de recuperação e resiliência vimos com agrado que no mapeamento das estradas se encontra a ponte da Foz do Sabor, uma intenção que o Município, ao longo dos anos, tem reiterado junto do ministério das infraestruturas, na urgência em que há em resolver esta situação.”

Após o Presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo ter entregue um projeto, pago pelo município de Torre de Moncorvo, ao Secretário de Estado das Infraestruturas, com o objetivo de sensibilizar o governo central para necessidade de resolução da questão da Ponte da Foz do Sabor, a sua contemplação neste plano é vista de uma forma positiva pela autarquia, uma vez que esta intervenção permitirá o trânsito de veículos pesados de mercadorias e de passageiros.

“Não nos podemos esquecer que todos os anos a ponte fica submersa e que as populações não podem vir à sede de concelho e, portanto, urge resolver definitivamente a situação, assim como urge resolver definitivamente o acesso ao IP2 e do IP2 o acesso a Torre de Moncorvo”, refere Nuno Gonçalves.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *