Rota dos Miradouros em Torre de Moncorvo

A Câmara Municipal de Torre de Moncorvo reuniu os vários locais de observação da natureza no concelho e criou uma rota dos miradouros. Estes 16 miradouros, situados em diferentes pontos do concelho e com paisagens bastantes dispares entre si promovem alguns locais idílicos e como paisagens que marcam o território.

O município de Torre de Moncorvo procedeu à sinalização e embelezamento de alguns destes miradouros tornando-os locais únicos a visitar. Destacamos o Miradouro do Talegre, no Castedo, onde está situado o Baloiço do Sobreiro. Daqui a panorâmica é incrível, sendo possível vislumbrar a formidável paisagem sobre o Vale da Vilariça e a beleza dos rios Sabor e Douro. Destaca-se também uma formação das fragas natural.

Na serra do Roboredo, em Torre de Moncorvo, situa-se o miradouro da Fraga do Facho, marcado por uma estrutura em ferro de onde é possível vislumbrar uma vila de Torre de Moncorvo. Deste local inesquecível avista-se ainda o vale da Vilariça, os rios Sabor e Douro e os concelhos vizinhos.

Ainda na Serra do Reboredo encontra-se o miradouro da Fraga do Cão, onde se destaca uma beleza sublime, da estrutura de pedra em forma de cão, que devido a este fenómeno natural inigualável, ganhou assim o nome de “Fraga do Cão”.

Na União de Freguesias Felgar e Souto da Velha está situado em miradouro de S. Lourenço. O Município procedeu à colocação de um baloiço, neste local, permitindo aos visitantes baloiçar enquanto apreciam as belíssimas paisagens dos Lagos do Sabor. Daqui podem observar-se como encostas do Sabor e uma beleza pura sobre o magnífico Lago de Cilhades, um dos quatro Lagos do Sabor criados com a construção da Barragem do Sabor.

Está ainda previsto o embelezamento de mais alguns miradouros, no âmbito da campanha Torre de Moncorvo Destino Turístico Seguro.

Listagem do Miradouros existentes:

  1. Miradouro da Fraga do Facho (Torre de Moncorvo)
  2. Miradouro da Póvoa (Póvoa – Adeganha)
  3. Miradouro da Senhora da Glória (Peredo dos Castelhanos)
  4. Miradouro da Senhora do Castelo (Urros)
  5. Miradouro de Nossa Senhora do Castelo (Adeganha)
  6. Miradouro de Santa Bárbara (Lousa)
  7. Miradouro de Santa Leocádia (Torre de Moncorvo)
  8. Miradouro de São Gregório (Estevais – Adeganha)
  9. Miradouro do Alto da Barca ou Fevereira (Peredo dos Castelhanos)
  10. Miradouro do Vale do Sabor (Estevais – Adeganha)
  11. Miradouro da Vide
  12. Miradouro de São Lourenço (Felgar)
  13. Miradouro de Santa Bárbara (Mós)
  14. Miradouro da Fraga do Cão (Serra do Reboredo no concelho de Torre de Moncorvo)
  15. Miradouro do Talegre (Castedo)
  16. Miradouro Barca Velha (Açoreira)

Mensagem do Presidente

A Rota dos miradouros, recentemente criada, tem um interesse extremamente importante para o concelho de Torre de Moncorvo na filosofia que é “sentir” o património natural. Estes 16 miradouros, por si só, são já uma bela fotografia. Alguns foram melhorados fisicamente e foram inseridos novos pontos de observação da paisagem. Com pequenas intervenções recriamos hipóteses de perfeito enlevo, o que nos permite, em vez de estar de pé a olhar para os Lagos do Sabor, estar simplesmente a baloiçar num baloiço e a paisagem a paisagem. Agora, é também possível ver o Vale da Vilariça com toda a sua potencialidade e fertilidade num pequeno baloiço instalado num sobreiro, uma árvore tradicional e uma árvore que representa também a resiliência destes concelhos, o poderem estar nesta terra agreste, mas que nos dá a todos aquilo que podemos comer e nos alimentar. Estes locais são também espaços de cultura, por exemplo o hexágono instalado na Serra da Reboredo tem a ver com uma figura muito querida para os moncorvenses, que é Jorge Luís Borges. Lanço o desafio de descobrir o que é que um hexágono tem a ver com Jorge Luís Borges.

Termino deixando uma sugestão para que percorram os 16 miradouros e encontrem em cada um uma beleza natural inigualável.

Nuno Gonçalves

Presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo

Como surgiu a ideia de criar este miradouro na sua freguesia?

A criação da “Rota do Talegre” , onde estão incluídos o Miradouro  e o Baloiço, era já um projeto da Junta de Freguesia para este ano, que pretendíamos inaugurar em Maio, entretanto veio a pandemia e alterou estes planos. O local onde está localizado o Talegre ( Marco Geodésico) é o ponto mais alto da freguesia (730m) onde existe um único sobreiro de grande porte e foi aí que se colocou o Baloiço, não alterando assim a paisagem natural e proporcionando uma vista fabulosa sobre o Vale da Vilariça, o rio Sabor, o Rio Douro, e freguesias vizinhas.  Com o apoio da Câmara Municipal, fez-se a limpeza de todo o espaço, requalificou-se o caminho de acesso e colocou-se toda a sinalética. Após o confinamento, tudo isto foi pensado para que no inicio de Agosto fosse já possível a visita ao local, numa altura em que se procura tranquilidade e locais seguros em tempos de pandemia.

Qual a importância para a freguesia deste miradouro?

É importante no sentido de cada vez mais pessoas visitarem a freguesia dando-se assim a conhecer as paisagens únicas que a caracterizam. Sendo uma localidade rural, estamos também a apostar neste tipo de turismo de natureza, preservando e divulgando o nosso património.

O miradouro tem tido muita afluência de visitantes desde que foi criado?

O Miradouro do Talegre e o Baloiço do Sobreiro foram implementados no dia 07/08/2020 e desde então a afluência tem sido enorme, havendo dias com centenas de visitantes, fruto também da divulgação na comunicação social e redes sociais, tanto da parte da Câmara Municipal, como da Junta de Freguesia e dos habitantes da freguesia. O local do Talegre tem uma área enorme sendo possível e seguro acolhermos centenas de pessoas diariamente que aqui chegam com a curiosidade de admirar a paisagem e disfrutar do singular baloiço preso num sobreiro.

Como tem reagido a população local a este novo espaço?

A população tem reagido muito positivamente desde que se concretizou este projeto. O acesso principal ao Miradouro e ao Baloiço faz-se pelo meio da aldeia propositadamente para permitir esta interação entre os visitantes e os habitantes, dando assim a conhecer a nossa cultura.

Estando todos nós a atravessar uma pandemia, tem sido gratificante esta interação, em segurança, e constatar que cada vez mais se procuram locais seguros e de belezas únicas sendo a nossa freguesia exemplo disso mesmo.

 Presidente da Junta de Freguesia de Castedo, Torre de Moncorvo

Luísa Ferreira

 

Como surgiu a ideia de criar este miradouro na sua freguesia?

Após a construção da barragem, muitos lagos se formaram ao longo desta.

Estamos perante o lago de Cilhades, que esconde a nossa história a origem do Felgar debaixo desta imensidão de água. O que restou foi esta capela transladada para este local e que tem como fundo este espelho de água.

Que se concorde ou não com a construção da barragem, o que nos resta é aproveitar o que temos dela, de encontro a isso tínhamos que potencializar ainda mais este local maravilhoso, respeitando a sua simplicidade. Temos varias projectos a desenvolver neste local muito aguardados pela população.

Em Parceria com o Município de Torre de Moncorvo, tivemos a ideia de colocar um baloiço para assim promover o Miradouro de São Lourenço.

Qual a importância para a freguesia deste miradouro?

O Felgar é feito de pessoas fortemente ligadas as suas origens, orgulhosas da aldeia. A importância que este miradouro pode dar a freguesia é de levar o nome do Felgar como atrativo turístico e ser conhecido de todos, um local de referência a visitar.

Desculpem a falta de humildade mas atrevo-me a dizer que é a aldeia mais bonita do concelho.

Já diz o nosso Hino: “és tão linda Oh minha Aldeia” .

O miradouro tem tido muita afluência de visitantes desde que foi criado?

Posso dizer-lhes que tem tido muitos mais visitantes do que aquilo que esperávamos, foi um sucesso, mal foi colocado o baloiço imediatamente a seguir foi um afluência memorável.

Sabemos que as redes sociais hoje em dia tem um caracter de imensa importância, pelo que a publicidade ou promoção do local e feito da melhor maneira possível, ou seja, pelas pessoas do passa a palavra ou neste caso a imagem, e todos ficam rendidos e querem conhecer ou ate mesmo voltar.

Face a situação mundial que todos atravessamos é um local ideal a visitar, sendo em família, com crianças ou idosos; Bons acessos ate ao local das varias formas possíveis nomeadamente a pé, bicicleta , carro; tem uma zona envolvente que convida a piqueniques, convívio na natureza e neste espelho de água magnífico.

As pessoas querem visitar o Felgar, gostam de aqui estar e isso deixa-nos extremamente orgulhosos da nossa terra e das nossas origens.

Como tem reagido a população local a este novo espaço?

A população tem reagido de forma positiva, tanto a colocação do baloiço como a vinda de visitantes à freguesia. Há uma maior movimentação nas ruas e isso agrada a todos.

Presidente da União de Freguesias de Felgar e Souto da Velha

Vítor Vieira

,
Um comentário em “Rota dos Miradouros em Torre de Moncorvo
  1. Este Miradouro da Fraga do Cão está situado em Açoreira, Serra do Reboredo. Concelho de Torre de Moncorvo.

Comments are closed.