Autarquia oferece instrumentos terapêuticos aos lares e centros dia do concelho

Pela primeira vez, o Passeio do Idoso, a 1 de Outubro, não se poderá realizar devido aos constrangimentos da pandemia por Covid-19.

Esta iniciativa, promovida pelo Município de Vila Nova de Foz Côa, tem sido uma das atividades mais participadas na última década, com o intuito de proporcionar um dia diferente aos idosos do concelho e sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento.

Apesar da não realização desta atividade, a autarquia liderada por Gustavo Duarte decidiu marcar a Comemoração do Dia Mundial da Pessoa Idosa oferecendo diversos instrumentos terapêuticos aos lares e centros dia do concelho de Vila Nova de Foz Côa.

De acordo com uma nota assinada pelo próprio autarca nas redes sociais do município, “torna-se fundamental sermos capazes de encontrar estratégias para mitigar os efeitos do confinamento da população sénior institucionalizada, promovendo igualmente a sua funcionalidade cognitiva”.

Na mesma nota o município conclui ainda que “celebrar a vida e a longevidade é um privilégio. Continuaremos empenhados para que os séniores residentes no concelho possam envelhecer com segurança e dignidade, cumprindo a máxima “acrescentar vida aos anos”.

, ,