CCDR-N aprovou a candidatura para requalificação da Central do Biel e da Fábrica do Granjo

O Município de Vila Real foi informado na passada semana, pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), da aprovação da candidatura que havia sido submetida com vista à musealização da Central do Biel e Fábrica do Granjo.

Fica assim completo o processo que permitirá a preservação de um importante património arquitetónico e social de Vila Real, para além de permitir o seu usufruto pelos Vila-realenses e por aqueles que nos visitam.

A primeira fase do projeto tem agora assegurado financiamento pelo PROVERE, no valor de 305.150 euros. A este somam-se os cerca de 527.000 euros do orçamento municipal, já que o valor total desta fase serão 832.566 euros. A implementação do projeto passará pela preservação do património existente, fechando o espaço para estancar o processo de degradação, depois de longos anos de abandono. Os trilhos de acesso à Central serão igualmente recuperados no âmbito de um projeto complementar a este, que já está em execução, e que visa o alargamento do parque Corgo para a zona das escarpas, ampliando os percursos naturais e colocando pontes e passadiços.

O investimento global do projeto rondará os 1,7 milhões de euros. A segunda fase do projeto compreenderá, entre outras coisas, a construção de um sistema de elevação/vagonetes e a recuperação de alguns dos mecanismos eletromecânicos originais da Central do Biel e da Fábrica do Granjo.

De referir, por fim, o protocolo celebrado entre o Município de Vila Real e a empresa Douro Gás, primeira empresa do concelho a associar-se a esta iniciativa. Esta irá patrocinar a componente interativa do projeto da Central do Biel/Fábrica do Granjo que incluirá, nomeadamente, a criação de uma página web, o desenvolvimento de uma aplicação mobile e a instalação de totens interativos.

,