Douro TGV arranca com forte afluência

Arrancou ontem, em Vila Real, a 3ª edição do Douro TGV, um fórum onde se pretende discutir as problemáticas que envolvem os setores do Turismo, Gastronomia e Vinho.

O arranque deste fórum ficou marcado pela forte afluência de público que acorreu ao Palácio do Governo Civil de Vila Real em resultado do sucesso das duas anteriores edições, como afirma Nuno Pinto, diretor do Regia-Douro Park (RDP), em declarações à nossa reportagem.

“Temos a sala cheia logo no arranque o que significa que as edições anteriores tiveram interesse e por isso as pessoas querem estar presentes, ouvir, participar, debater”.

Para o responsável pela organização do fórum, a expectativa para a edição deste ano é que o debate seja benéfico para a região, ajudando a encontrar soluções para alguns dos problemas com que esta se depara.

“A expectativa está assente na irreverência e na descontinuidade. Vamos tratar os assuntos de frente, olhar para os problemas que temos, e que nos criam obstáculos ao desenvolvimento, tentando encontrar soluções.

Não podemos continuar a ser uma promessa, queremos que, de facto, o desenvolvimento económico, o avanço do turismo, o aumento da nossa procura, seja uma realidade”.

Nuno Pinto afirma ainda que, para lá da afluência, é difícil medir o impacto deste evento contudo, a crescente procura que o Regia-Douro Park tem vindo a registar pode ser resultado da promoção que é feita neste tipo de iniciativas.

“Não conseguimos medir o sucesso do Douro TGV mas conseguimos medir o do RDP que hoje tem mais de 80 empresas e mais de 300 pessoas a trabalhar, muito fruto também do trabalho de promoção que fazemos em eventos como este”.

, , ,