Obras arrancam na Secundária de S. Pedro

As obras de melhoramento das instalações da Escola Secundária de S. Pedro em Vila Real arrancam esta segunda feira e deverão durar cerca de 14 meses.

A intervenção, agora apresentada, procura resolver problemas de infiltrações, perdas energéticas e falta de acessibilidades neste estabelecimento construído há 60 anos.

“O edifício tem perto de 60 anos e tem problemas típicos de uma escola com essa idade, como a degradação a nível das janelas, a climatização, a acústica, os pavimentos, infiltrações e falta de acessibilidades. Temos imensos problemas”, salientou Rita Mendes, presidente do Conselho de Administração da escola.

Na análise feita ao edifício foram ainda identificadas falhas a nível da segurança contra incêndios e grandes perdas energéticas. Problemas que ficarão resolvidos com esta intervenção que irá manter as atuais 43 salas de aulas, reorganizando os espaços do edifício principal.

Serão também construídos elevadores, novos balneários e campos de jogos, um novo e maior pavilhão desportivo e a biblioteca passará para perto da zona social dos alunos e terá vidraças para a tornar mais atrativa.

Rui Santos, autarca vila-realense, defendeu que esta intervenção será uma mais-valia para toda a comunidade escolar, lamentando que em 2011 tenha sido perdido a oportunidade para levar a cabo esta intervenção ao abrigo do programa Parque Escolar.

“É com alegria que vejo que, provavelmente, dentro de cerca de um ano e meio teremos uma escola nova. Peço muita compreensão aos professores e aos pais. Fazer requalificação é sempre mais difícil e mais moroso do que uma construção nova. A todos peço paciência porque, no final, o trabalho executado valerá a pena”, afirmou o autarca.

O investimento nesta requalificação será de 4 milhões e 550 mil euros, sendo a autarquia responsável por cerca de 850 mil euros.

,