Regia Douro Park promove segunda edição do ‘Douro TGV’

Turismo, Gastronomia e Vinho em debate, à prova e à mesa

Depois de uma acelerada estreia em 2017, o fórum “Douro TGV” retoma a viagem para a sua segunda edição com paragem em Vila Real. A bordo levará, uma vez mais, as siglas de “Turismo”, “Gastronomia” e “Vinho”, trilogia que irá afirmar-se em debate nos dias 23, 24 e 25 de Maio, no Palácio do Governo Civil, na principal capital de distrito de Trás-os-Montes. A organização está a cargo do Regia Douro Park que, assim, pretende munir os actuais e futuros players destes sectores de ferramentas para fazerem mais e melhor em cada uma das três áreas.

Como o próprio nome do evento sugere, cada um dos dias do ‘Douro TGV’ é dedicado a uma das áreas de debate: Turismo no primeiro dia, a 23 de Maio; Gastronomia no segundo dia, a 24 de Maio; e, por fim, mas não menos importante, o Vinho, a 25 de Maio.

O Turismo no Douro TGV

Na ordem dos trabalhos vão estar em discussão três temáticas distribuídas pelos três dias deste evento. ‘Na Rota de uma Promoção Conjunta’ (quarta-feira, dia 23 de Maio de 2018) será destacado o papel das instituições e das ferramentas indispensáveis na promoção da Região Demarcada do Douro de uma forma global para, prontamente, dar resposta a perguntas pertinentes: Teremos mais sucesso se nos unirmos? O que nos falta para sermos mais conhecidos e mais visitados?

A Gastronomia no Douro TGV

‘Azeite, um Produto D’Ouro’ (quinta-feira, dia 24 de Maio de 2018) trará à tona as potencialidades de um produto cuja qualidade é, cada vez mais, objecto de análise e avaliação por parte de entendidos na matéria, em particular, pelo jornalista Edgardo Pacheco, autor do ‘Guia Os 100 Melhores Azeites de Portugal’ e recentemente premiado, neste âmbito, pela revista Grandes Escolhas. Por outro lado, começa a haver maior cuidado por parte dos produtores, sobretudo aquando do processo de produção. Paralelamente a esta realidade, o azeite começa a ganhar terreno na vida dos portugueses. Mas quando ocupará o seu devido território? Esta e a outras questões serão abordadas e devidamente respondidas por quem de direito.

Ainda durante este painel, haverá umaprova de azeites, conduzida e comentada pelos três especialistas em palco – os portugueses Francisco Pavão e Edgardo Pacheco; e a brasileira Patrícia Galisini –, à qual se segue a degustação de outros produtos gastronómicos em que este líquido dourado é um dos ingredientes da receita (pão, gelados, chocolates, entre outros). Segue-se um divertido jantar, intitulado de “Cozinhar com os azeites! Ao vivo e a várias mãos.”, a ter lugar no restaurante Panorama, situado em pleno campus da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). O público – que terá que se inscrever junto da organização – vai ditar quais as iguarias mais saborosas, no que toca à presença de azeite.

O Vinho no Douro TGV

Estará a Região Demarcada do Douro atenta às alterações climáticas? Porque não é permitido regar a vinha na RDD? A rega influenciará negativamente as uvas e os vinhos do Douro? Certamente que surgirão mais perguntas face ao tema ‘A Seca de um Bem Líquido’ (sexta-feira, dia 25 de Maio de 2018). Na manhã do mesmo dia terá lugar o ‘II Concurso de Vinhos Douro TGV’. A tarde vai ser dedicada à prova de vinhos, não apenas do Douro – todos os produtores estão convidados e são bem-vindos, sendo que o foco está nos produtores do Douro ou cujos produtores ou enólogos se tenham formado na UTAD –, e aos produtos da região – estes sim, em exclusivo de Trás-os-Montes e Douro – no âmbito da ‘Douro TGV 2018 :: Mostra de Vinhos e Sabores’, durante a qual vai ser feito o anúncio e a entrega de prémios do ‘II Concurso de Vinhos Douro TGV’.

Douro TGV com acesso gratuito

O ‘Douro TGV’ destina-se a todos os players cujas actividades abordem as áreas de turismo, gastronomia e vinho, mas em especial aos agentes e às gentes da região, como sejam os alunos e docentes da UTAD, da Escola de Hotelaria e Turismo do Douro – Lamego e de outras instituições de ensino, cujos alunos são os futuros embaixadores da região.

O acesso é gratuito, mas implica inscrição prévia, que deve ser feita através do número de telefone 259 308 200 ou do e-mail eventos@regiadouro.com. Para o efeito, quem quiser marcar presença no evento basta indicar qual ou quais os dias em que pretende participar.

INFOWINE acontece a 23 e 24 de maio

A 23 e 24 de maio, no Teatro de Vila Real, tem lugar o maior Congresso Internacional de Enologia e Viticultura realizado em Portugal com caráter regular. 40 conferencistas de 7 países, 45 trabalhos científicos, bolsa de contactos e provas temáticas de vinho vão estar presentes no infowine.forum 2018: Wine Fiction – Criar o Futuro do Vinho.

O sector do vinho em Portugal atravessa um momento de extraordinária importância. Exporta-se cada vez mais, há crescente reconhecimento internacional do vinho português, exponenciado também pela atividade turística, mas os desafios são evidentes: o setor continua assimétrico, e a par de grandes investimentos e do desenvolvimento técnico e económico, existe uma população rural que desaparece, o impacto de um clima em mudança e novos consumidores, exigentes e cada vez mais orientados para produtos naturais.

Como enfrentaremos as alterações climáticas? Como diminuiremos o consumo de água e como vamos proteger o nosso ambiente, a nossa casa? Como resolveremos o problema do despovoamento rural? Como seremos mais naturais e precisos nas nossas intervenções e o que vamos comer no futuro? Quais serão as novas tendências?

Iniciado em 2008, de 2 em 2 anos o infowine.forum é uma oportunidade para empresas, instituições, e todos os profissionais da fileira se reunirem, e discutirem o passado, presente e futuro do sector do vinho. Mais do que nunca, este ano discute-se o futuro! “Wine Fiction – Criar o Futuro do Vinho”

O infowine.forum está coordenado com o Douro TGV  que prolonga a temática Vinho no dia 25 de maio.

,