Rui Rio em campanha em Vila Real

O candidato à liderança do Partido Social Democrata (PSD), esteve reunido, em Vila Real, com os militantes da distrital local, apresentando as ideias que orientam a sua candidatura.

O encontro teve lugar no auditório do Hotel Miracorgo que se apresentou completo para ouvir o candidato, debatendo com ele as ideias para Portugal e para o partido.

Precisamos de renovar o partido, de ter gente nova a entrar no partido. O PSD não se pode enquistar e tem-se fechado em núcleos cada vez mais pequenos. Temos perdido o entrosamento com a sociedade e o resultado é a perda de votos”, afirmou Rui Rio concluindo que, “Portugal precisa de um PSD forte e não o tem neste momento”.

O PSD tem perdido relevância autárquica, “nas duas maiores cidades, Lisboa e Porto”, teve “10, 11 por cento, em Oeiras, oito, e em Vila Nova de Gaia, por exemplo, para citar grandes centros urbanos, o Partido Socialista tem nove vereadores em 11”, prosseguiu. “Mas isto não é uma fatalidade. Temos de abrir o partido à sociedade, de abrir as sedes, de trazer novas pessoas à participação. Temos de dar vida ao partido em termos locais e nacionais. Em termos locais, devemos pôr o partido a debater questões locais. Mas à escala nacional, o partido também deve debater as ideias, não só em Lisboa ou no Porto, mas em todo o país”, aponta Rio, reforçando que “o grande objetivo é ganhar as eleições em 2019”.

,