Tribunal absolve jovem acusado de abuso sexual

O tribunal de Vila Real decretou a absolvição de um jovem, acusado de abuso sexual de uma menor, do qual resultou uma gravidez.

Os factos remontam a março de 2016, data em que o pai adotivo da menor (um empreiteiro de 50 anos), foi detido por abuso sexual da rapariga de 13 anos, e das suas duas irmãs, sendo na altura o principal suspeito da gravidez da filha.

No seguimento dos testes de ADN feitos na altura, foi confirmado que o pai da bebé era o jovem de 17 anos, que agora ficou a conhecer a decisão do tribunal.

Segundo o acórdão do tribunal, na altura dos factos o rapaz tinha 17 anos, não tinha noção de que estava a cometer um crime e também não sabia que a rapariga, residente em Vila Real, tinha apenas 13 anos.

A presidente do coletivo sublinhou ainda que o arguido, agora com 20 anos, era “imaturo e impreparado”, e realçou a sua conduta humilde posterior aos factos, já que abandonou os estudos para poder trabalhar e tomar conta da filha nascida em 2016.

,