ÚLTIMA HORA: Semana de receção ao caloiro cancelada em Vila Real

A semana de receção ao caloiro, conhecida na academia transmontana com “Semana das Barraquinhas”, deveria ter início hoje, no entanto a licença de ruído foi revogada pela autarquia, levando ao cancelamento da mesma, pela primeira vez na sua história.

Em comunicado lido em direto no Facebook, o presidente da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD), António Vasconcelos lamentou a decisão mostrando-se chocado com a mesma.

Segundo o comunicado, a revogação da licença deu-se devido a “uma queixa de alguns moradores da zona” onde a festa dos estudantes deveria ter lugar.

António Vasconcelos informou ainda que de imediato a AAUTAD reuniu os seus órgãos diretivos, juntamente com os representantes de todos os cursos da academia na tentativa de encontrar uma solução para que a “Semana das Barraquinhas” se realiza-se na mesma, no entanto não foi possível resolver a situação em tempo útil.

Para o representante dos estudantes é lamentável que a comunidade académica, “geradora de um impacto de cerca de 1,7 milhões de euros por mês, na cidade, seja recebida desta forma”.

Depois do comunicado da Associação Académica surgiram várias reações dos alunos, em especial no Facebook. Com o objetivo de dar voz à indignação dos estudantes, a AAUTAD anunciou uma marcha silenciosa desde o locl onde se deveria realizar o evento até ao centro histórico da cidade.

Sob o lema “Porque se Vila Real é a UTAD e a UTAD é Vila Real, Vila Real também tem de ser os estudantes”, centenas de estudantes têm estado em protesto nas ruas da cidade.

Não é, até ao momento, conhecida qualquer reação por parte das restantes partes envolvidas.

,