Carlos Carvalho: “Decidir é difícil porque nunca há uma decisão perfeita”

Carlos Carvalho - Câmara Municipal de Tabuaço

A manhã do autarca começou com uma reunião de Câmara aberta ao público / Foto: Salomé Fonseca

Próxima paragem, Valença do Douro, aldeia que para além de estar inserida na zona de Património Mundial, é também o local onde Carlos Carvalho nasceu.

O presidente considera que esta zona tem um “elevado potencial turístico”, gostaria de ver realizada a “requalificação de todo aquele património que existe” bem como das “acessibilidades e dos acessos”. De acordo com o autarca, neste momento existe também um projeto de substituição de saneamentos, abastecimento de água e de requalificação na colocação de paralelo em vez de cimento.

Tabuaço foi o último ponto de visita, nesta área, “existe um trabalho de regeneração urbana que foi terminada neste último quadro comunitário e que necessita de ter continuidade”, explicou Carlos Carvalho.

Estas visitas estão inseridas na primeira fase de ação, que diz respeito à delimitação das áreas, de acordo com o autarca o próximo passo é a sua aprovação em reunião de câmara e Assembleia Municipal até junho deste ano, seguidamente sucede-se a definição de um plano de ação.

Carlos Carvalho sublinha no entanto que neste momento não quer “criar expectativas, porque nada disto amanhã pode ser aceite, estamos a preparar uma candidatura”, frisou.

O presidente considera ainda que se for criado “o embrulho perfeito, entendendo as potencialidades que cada um tem”, acredita que consigam “ter as candidaturas aprovadas, mas não podemos dizer de alguma forma que é algo garantido”, acrescentou.

O autarca lembra ainda que os pontos visitados são “apenas mais uma fase de toda a estratégia de preparação para o próximo quadro comunitário”, referindo também que irão ser igualmente realizadas estratégias nas áreas do turismo, cultura e da ação social.

De regresso à Câmara Municipal, o presidente confessou ao VivaDouro que considera o balanço deste ano e meio de mandato “claramente positivo mesmo tendo a noção que as coisas podem melhorar”, declarou. “Somos sempre muito exigentes connosco e ficamos sempre com a ideia de que há uma infinidade de questões onde podemos melhorar, quando pensarmos de outra forma não faz grande sentido cá estarmos”, acrescentou Carlos Carvalho.

Para concluir, o presidente deixou uma mensagem de esperança à população: “apesar de todas as dificuldades que vivemos hoje em dia, quer financeiras, seja a conjuntura económica do nosso país ou mesmo a conjuntura económica local, Tabuaço tem potencial, o nosso território tem potencial, o Douro tem potencial”, concluiu.

, , , ,