Comunidade Intermunicipal do Douro faz um balanço positivo da participação na BTL

Comunidade Intermunicipal do Douro faz um balanço positivo da participação na BTL / Foto: Salomé Ferreira

Comunidade Intermunicipal do Douro faz um balanço positivo da participação na BTL / Foto: Salomé Ferreira

A Comunidade Intermunicipal do Douro marcou mais uma vez presença na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que se realizou na Feira Internacional de Lisboa (FIL), entre os dias 2 e 6 de março. Tendo como objetivo principal a promoção das potencialidades do território do Douro, a participação da CIM Douro acabou por ter um “impacto muitíssimo positivo” para a divulgação da região como destino turístico. O VivaDouro esteve presente no stand do Douro, conheça os pormenores.

Sublinhando que o Douro é uma região com “vocação turística”, Francisco Lopes, presidente da CIM Douro, ressalva que o Douro “tem de estar presente neste e noutros eventos de dimensão nacional e com relevância e visibilidade mediática”, disse em declarações ao VivaDouro.

Na opinião do dirigente, “a presença da CIM pretende assegurar um espaço neutro de representação regional onde todas as instituições e parceiros locais são bem-vindos e se responsabilizam pela dinamização do espaço”.

Nesse sentido, foi ao longo de cinco dias os municípios da CIM Douro estiveram em destaque no espaço próprio da instituição, inserido no Stand da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Desde provas de vinhos, mostra de produtos gastronómicos, momentos culturais, entre outros, várias foram as ocasiões em que os municípios da CIM Douro estiveram em destaque na BTL.

José Maria Costa, autarca de Murça, também presente no evento, destaca que a adoção de uma estratégia coletiva é a “forma de conseguir levar mais turistas para o território”, afirmou ao VivaDouro.

“É verdade que há aqui territórios muito competitivos, mas não são iguais entre si, cada um tem a sua especificidade e nós estamos aqui com a nossa CIM e com o nosso Douro que também é uma marca regional”, acrescentou o presidente do município de Murça.

Nuno Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, também vê vantagens na promoção conjunta do território, “conseguimos tirar dividendos de estar aqui presentes e conseguimos tirar um maior número de dividendos ainda por estar integrados nos municípios da CIM Douro”, referiu o autarca.

“Torre de Moncorvo consegue captar muitos turistas a partir do momento em que passou a estar representada neste certame e no pavilhão do Douro”, afirmou Nuno Gonçalves.

Na opinião de Carlos Esteves de Carvalho, para um município com as características de Penedono a “BTL é um momento de afirmação”, promovendo a “área geográfica, divulgando toda a riqueza patrimonial e os produtos endógenos. Essencialmente é dar-nos a conhecer às pessoas, ao país e no estrangeiro”, referiu o edil, ao explicar as principais motivações que leva o concelho a participar há seis anos nesta feira dedicada ao turismo.

José Fontão Tulha, presidente do município de São João da Pesqueira, afirma que a importância da participação do município “deriva de este ser o local onde passam milhares de pessoas que essencialmente procuram nestas rotas o turismo, a gastronomia e os vinhos, por isso temos tido a preocupação de estarmos presentes neste evento”, afirmou ao VivaDouro.

“O vinho é o motor da economia do concelho, aliado ao turismo, às paisagens e às pessoas faz de nós o coração do Douro Vinhateiro”, acrescentou Vítor Sobral, vice-presidente do município.

Também Maria do Céu Quintas, presidente da Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta, vê vantagens na participação neste evento, “é a primeira vez que participamos, mas esperamos que com isto as pessoas vão mais a Freixo, que fiquem com a curiosidade e apareçam”, declarou ao VivaDouro.

“Freixo tem tudo o que é bom, temos as paisagens, o património cultural e arquitetónico, a gastronomia, acho que é de passar por Freixo, quem puder é de aproveitar”, convida a edil.

Francisco Lopes considera que a participação da CIM Douro na Bolsa de Turismo de Lisboa teve um “impacto muitíssimo positivo”, na medida em que o “stand do Douro foi muito procurado e apreciado pelos visitantes”.

Na opinião do presidente da Comunidade Intermunicipal do Douro, este sucesso ficou a dever-se não só ao “programa de animação elaborado, mas também à natural simpatia dos durienses e do facto do Douro estar na moda e por isso ser um bom cartaz em qualquer evento”, garantiu.

A Bolsa de Turismo de Lisboa – BTL é um ponto de encontro dos profissionais ligados ao turismo, assumindo-se já como a mais importante feira do setor em Portugal. A organização estima que tenham estado presentes mais de 1000 expositores e mais de 35.000 visitantes profissionais.

 

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,