Feira Transfronteiriça em Freixo estreita relações entre Portugal e Espanha

A abertura oficial do certame contou com a presença de Alcades e Deputados da Província de Salamanca / Foto: Salomé Ferreira

A XVII Feira Transfronteiriça das Arribas do Douro e Águeda inaugurada no dia 11 de março, em Freixo de Espada à Cinta, apostou mais uma vez no “fortalecimento” das relações com a vizinha Espanha. 

Com as amendoeiras em flor como pano de fundo, o município de Freixo de Espada à Cinta voltou a realizar mais uma edição da Feira Transfronteiriça das Arribas do Douro e Águeda, este ano, a abertura oficial do certame contou com a presença de Alcades e Deputados da Província de Salamanca.

Tal como o nome indica, um dos principais objetivos desta Feira passa pelo “fortalecimento” das relações entre o concelho e o país vizinho, uma vez que a “boa relação” com Espanha beneficia a economia de Freixo de Espada à Cinta.

Com a promoção dos produtos endógenos como premissa, o evento contou com a participação de mais de 80 expositores, entre os quais 23 dedicados à gastronomia da região, com destaque para a amêndoa e produtos derivados, os enchidos, o azeite, os vinhos e a doçaria tradicional.

Maria do Céu Quintas, presidente da Câmara Municipal, realça que os “expositores continuaram mais uma vez a estar todos ocupados”, com “pessoas da terra a expor os produtos regionais”.

Maria do Céu Quintas em visita ao certame/ Foto: Salomé Ferreira

O certame apresentou uma oferta variada aos visitantes, desde a gastronomia, ao artesanato, a momentos culturais. Fatores que atraem cada vez mais pessoas à vila manuelina, nomeadamente espanhóis.

Apesar de não conseguir contabilizar o número de pessoas que visitam Freixo de Espada à Cinta nesta altura, Maria do Céu Quintas, sublinha que “grande parte dos turistas são realmente os espanhóis”.

Também a Seda, a “rainha” que se distingue como marca única em Freixo de Espada à Cinta, marcou presença no evento, com Susana Martins, artesã há 15 anos, a trabalhar a seda “ao vivo” para que os visitantes possam entender um pouco mais acerca desta técnica artesanal.

Município aposta nos eventos como meio de promoção do território

Para além desta Feira, que se distingue como um dos “eventos mais importantes” no concelho, a autarquia vai ainda apostar em mais três eventos anuais para atrair mais visitantes à vila manuelina.

“Vamos apostar em outros eventos este ano que espero que venham a ser igualmente importantes para o concelho”, revelou ao VivaDouro Maria do Céu Quintas.

Assim, o município irá realizar uma Feira Medieval em maio, um Festival Internacional de literatura no início de junho, com especial destaque para Guerra Junqueiro, escritor natural de Freixo, e ainda um evento focado nos vinhos de Freixo e da região, até Salamanca, no mês de agosto.

, , , , ,