Festas das Amendoeiras em Flor são motivo de atração em Vila Nova de Foz Côa

João Paulo Sousa considera o desfile a "cereja no topo do bolo" das festividades/ Foto: Salomé Ferreira

João Paulo Sousa considera o desfile a “cereja no topo do bolo” das festividades/ Foto: Salomé Ferreira

Vila Nova de Foz Côa recebeu, de 26 de fevereiro a 13 de março, mais uma edição da festa das Amendoeiras em Flor e dos patrimónios mundiais. A Autarquia faz um balanço positivo da 35.ª edição daquela que é uma das festividades mais emblemáticas do concelho.

Com o objetivo de afirmar o concelho como “polo atrativo das Amendoeiras em Flor”, o município de Vila Nova de Foz Côa realizou um investimento de mais de 120 mil euros neste certame, que se estendeu ao longo de três fins-de-semana.

“Consideramos este valor não como uma despesa mas um investimento, porque atrai muitas pessoas”, declarou João Paulo Sousa, vereador da Câmara Municipal.

Vila Nova de Foz Côa denomina-se como a capital da amendoeira em flor, sendo que João Paulo Sousa salienta ainda o facto de serem o “único concelho do país com dois patrimónios mundiais”.

Festividades levaram milhares de turistas à vila/ Foto: Salomé Ferreira

Festividades levaram milhares de turistas à vila/ Foto: Salomé Ferreira

“Estas festividades são as maiores que o concelho promove, Foz Côa é a Capital da Amendoeira em Flor portanto nesse sentido fazemos questão de estender a festa também aos patrimónios mundiais”, explicou João Paulo Sousa.

As festividades da Amendoeira em Flor levam a Foz Côa principalmente turistas nacionais, “isto já é uma tradição, são 35 anos de festa e temos uma grande quantidade de gente do Douro e do Minho que nos vem visitar”, afirmou ao VivaDouro.

João Paulo Sousa salienta ainda a aposta no mercado Espanhol, “não nos podemos esquecer que estamos a fazer uma grande aposta em termos de Espanha e neste momento os nossos vizinhos espanhóis já colocam no circuito das amendoeiras vir aqui”, declarou.

Desfile Etnográfico encerra as festividades

Desfile Etnográfico é um dos momentos mais esperados do certame/ Foto: Salomé Ferreira

Desfile Etnográfico é um dos momentos mais esperados do certame/ Foto: Salomé Ferreira

Com um programa de atividades variadas ao longo dos dias, foi no dia 13 de março que saiu à rua o Desfile Etnográfico, uma referência desta festa da amendoeira em flor, que João Paulo Sousa considera a “cereja no topo do bolo”.

O relógio marcava as 14 horas quando os carros do desfile se começaram a alinhar. As ruas já se encontravam repletas de gente, ansiosas para ver mais uma edição do tão aguardado Desfile Etnográfico.

Zulmira Trigo Lopes, já é uma espectadora assídua deste momento da festa, “gosto muito do desfile, venho todos os anos ver”, confessou ao VivaDouro enquanto esperava que o cortejo inicia-se.

Também Maria Emília foi de propósito de Cinfães do Douro até Foz Côa para assistir ao encerramento das festividades, “estou a achar muito bonito, nunca vi o desfile, estou muito curiosa”, revelou enquanto aguardava.

Desde o azeite, ao vinho, às amêndoas, às várias profissões e tradições que definem o concelho, foram cerca de 80 os carros que desfilaram por mais de três quilómetros ao redor da vila, naquela tarde solarenga de domingo.

“Um dos pontos fundamentais era mostrar a parte etnográfica, a cultura, como é que se vivia antigamente”, explica João Paulo Sousa.

O vereador sublinha ainda o facto de terem estado envolvidas todas as freguesias do concelho, contabilizando mais de 450 pessoas.

O Desfile pretende mostrar as vivências do concelho/ Foto: Salomé Ferreira

O Desfile pretende mostrar as vivências do concelho/ Foto: Salomé Ferreira

“O nosso objetivo não é ter um desfile carnavalesco, não é isso que se pretende. Este ano colocamos muita animação no meio, isso foi importante para dar mais cor, a preocupação no fundo era mostrar as nossas vivências”, afirmou o membro da autarquia.

Para além de diversas atividades culturais, gastronómicas, desportivas, entre outras, o cartaz da XXXV Festa da Amendoeira em Flor e dos Patrimónios Mundiais, contou ainda com nomes como os D.A.M.A, Miguel Gameiro e Ana Malhoa.

João Paulo Sousa faz um balanço “extremamente positivo” do certame, “dá-nos animo para que no próximo ano voltemos a investir e colocar Foz Côa na rota da Amendoeira em Flor”, concluiu o vereador.

, , , , , ,