Festividades da Amendoeira em Flor beneficiam economia local de Torre de Moncorvo

Festividades da Amendoeira em Flor beneficiam economia local de Torre de Moncorvo/ Foto: Salomé Ferreira

Festividades da Amendoeira em Flor beneficiam economia local de Torre de Moncorvo/ Foto: Salomé Ferreira

Sendo a amêndoa o produto de excelência do concelho, os meses de fevereiro e março em Torre de Moncorvo são sinónimos de festividades da Amendoeira em Flor. Nuno Gonçalves, presidente da autarquia, faz até ao momento um “balanço extremamente positivo”, do certame que leva milhares de visitantes à vila.

“Torre de Moncorvo é um dos maiores produtores de amêndoa do país e um dos concelhos que mais importância dá às festividades da Amendoeira em Flor”, afirmou Nuno Gonçalves, presidente da Câmara Municipal.

Apesar de não conseguir contabilizar o número de turistas que visitam o concelho nesta altura do ano, o edil considera que a festa continua a “atrair imensos turistas seja de autocarro ou veículo próprio”, revelou ao VivaDouro.

Sendo que a maior parte dos visitantes ainda continuam a ser os nacionais, a autarquia tem também apostado na divulgação das atividades em Espanha, “estando Salamanca relativamente perto de Torre de Moncorvo é cada vez mais comum encontrar visitantes espanhóis na vila”, confessou.

Com mais turistas a visitar o concelho, este acréscimo de gente favorece positivamente a economia local, “com a maior afluência de gente a Torre de Moncorvo é normal que os restaurantes e os cafés, alojamentos locais e lojas de produtos regionais beneficiem de um bom retorno económico nesta época do ano”, constatou o edil.

Dina Morais, proprietária de uma loja de produtos regionais e de um restaurante na vila, considera que o negócio “fica melhor” nesta altura. “Isto traz sempre gente, nós os comerciantes esperamos por esta altura todo o ano, há mais movimento”, revelou ao VivaDouro.

I Mostra de Artes Cénicas de Torre de Moncorvo/Foto: Direitos Reservados

I Mostra de Artes Cénicas de Torre de Moncorvo/Foto: Direitos Reservados

Entre as várias atividades contidas no cartaz, que Nuno Gonçalves considera já fazer “parte do panorama nacional”, o presidente destaca a I Mostra de Artes Cénicas de Torre de Moncorvo, o Fim-de-semana Gastronómico do Borrego da Churra da Terra Quente, o Encontro de Tunas, o Mercado a Gosto da Amendoeira, o percurso pedestre da Rota das Amendoeiras e a Feira Medieval que se irá realizar entre 8 e 10 de abril.

O município tem vindo a “apostar num programa variado nestas festividades sendo o investimento compensado pelo número de visitantes que vêm a Torre de Moncorvo”, afirmou ao VivaDouro o presidente.

Até ao momento, o autarca faz “um balanço extremamente positivo para o concelho e para as suas gentes”, desta edição das festividades da Amendoeira em Flor.

Fim-de-semana Gastronómico do Borrego da Churra

Fim-de-semana Gastronómico do Borrego da Churra

Consumidos 1200 kg de carne no Fim-de-semana Gastronómico do Borrego da Churra 

Os restaurantes da vila de Moncorvo serviram nos dias 4, 5 e 6 de Março vários pratos confecionados com borrego, nomeadamente assado no forno ou na brasa, estufado, com arroz de miúdos, em ensopado ou em caldeirada.

“O evento foi um sucesso, tal como aconteceu no ano passado, muitos foram os visitantes que se deslocaram até Torre de Moncorvo para provar esta iguaria”, revelou o presidente.

“Posso-lhe dizer que os restaurantes tiveram muita afluência nestes três dias”, acrescentou Nuno Gonçalves.

Os visitantes puderam provar esta iguaria nos 15 restaurantes aderentes, sendo que ao longo do fim-de-semana foram consumidos mais de 120 borregos, num total de mais de 1200 kg de carne.

“O Borrego da Churra da Terra Quente só existe nesta zona e é um produto DOP”, explica o presidente, “os animais são criados à base de pastos e abatidos muito jovens, o que define e mantém o sabor característico desta carne”, concluiu o edil.

Autarquia com expetativas “elevadas” para a Feira Medieval

Ainda integrada no cartaz das festividades da Amendoeira em Flor o município recebe entre 8 e 10 de abril a Feira Medieval de Torre de Moncorvo, sendo que a autarquia tem “expetativas elevadas” para o evento.

“A Feira Medieval de Torre de Moncorvo tem algumas particularidades que outras do país não têm, como por exemplo o elevado número de figurantes que nestes dias se vestem a rigor e desde logo toda a envolvência da comunidade local”, revelou o autarca.

“Venham à Feira Medieval de Torre de Moncorvo e deixem-se levar pelo ambiente vivido dentro das portas da vila medieval e entrem em plena idade média”, convida Nuno Gonçalves.

 

 

 

, , , , , ,