Gustavo Duarte: “ A Câmara Municipal fechou pela primeira vez o ano sem dívidas a fornecedores”

Gustavo Duarte, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa/ Foto: Salomé Ferreira

Gustavo Duarte encontra-se a dirigir a Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa desde 2009. A iniciar o oitavo ano à frente da autarquia o edil revela que, “felizmente aquilo que nos comprometemos penso que está cumprido a 90%”, fazendo assim um balanço positivo do mandato até ao momento. O VivaDouro acompanhou a rotina diária de Gustavo Duarte em mais uma rúbrica: “Um dia com o Presidente”.

O dia do edil costuma iniciar-se às nove da manhã, horário em que costuma chegar aos Paços do Concelho. O dia que a equipa de reportagem do VivaDouro acompanhou Gustavo Duarte não foi exceção, depois de ter iniciado a atividade diária na Câmara Municipal, o autarca prosseguiu para o Centro de Alto Rendimento (CAR) do Pocinho.

“Para mim nenhum dia é igual ao outro”, explicou Gustavo Duarte ao VivaDouro, no caminho da Câmara até ao CAR. De acordo com o presidente, cada dia costuma ser diferente do anterior, não tendo assim “uma rotina diária fixa”.

Gustavo Duarte com José Sousa, treinador da Federação Portuguesa de Canoagem/ Foto: Salomé Ferreira

Inaugurado a 6 de julho do ano passado por Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, o Centro de Alto Rendimento do Pocinho veio agora complementar Vila Nova de Foz Côa como o destino de eleição para muitos atletas de alta competição.

O equipamento custou oito milhões de euros, sendo que de acordo com Gustavo Duarte, este é um dos “maiores investimentos dos últimos anos no concelho”, revelou ao VivaDouro.

Depois de uma visita às instalações do CAR, Gustavo Duarte seguiu para a barragem do Pocinho, onde foi esperar a chegada da equipa de Federação Portuguesa de Canoagem, que se encontrava em estágio no CAR.

O relógio marcava o meio-dia quando os atletas desembarcaram no cais fluvial do Pocinho. De seguida, Gustavo Duarte acompanhou a equipa até ao CAR, onde almoçaram todos.

Gustavo Duarte a almoçar com a equipa olímpica de canoagem em treino no CAR/ Foto: Salomé Ferreira

A ementa foi polvo à lagareiro, regado com vinho produzido no concelho. Para terminar, entre as várias sobremesas, esteve também presente a amêndoa, produto endógeno de Vila Nova de Foz Côa.

Depois de almoço o autarca seguiu novamente para a Câmara Municipal, onde reuniu com vários funcionários do município para tratar de diversos assuntos.

A iniciar o oitavo ano à frente da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, Gustavo Duarte revela que concretizaram “praticamente tudo” o que prometeram, “há sempre um aspeto ou outro. Mas eu acho que no nosso programa eleitoral até fizemos mais do que as coisas que estavam previstas”, acrescentou o edil.

“Pode haver um pormenor ou outro. Mas no geral fizemos tudo. Aliás, acho que fizemos até muitas coisas que não estavam no programa. Felizmente temos muitas obras, estou a falar nos dois mandatos, temos aqui obras que são de referência, não só do concelho mas até mesmo do país”, afirmou ao VivaDouro.

Gustavo Duarte sublinha ainda que a Câmara Municipal fechou “pela primeira vez” o ano “sem dívidas a fornecedores”, e mesmo “em dívidas de médio-longo prazo penso que neste momento posso dizer que não temos”.

Apesar disso, Gustavo Duarte realça que a autarquia apostou “sempre” no investimento. O edil afirma que foram feitos, ao longo dos dois mandatos, cerca de 20 milhões de euros em obras, “nunca se fez tanta obra em Vila Nova de Foz Côa”, explicou.

O Presidente com a Secretária a tratar de alguns documentos/ Foto: Salomé Ferreira

Entre telefonemas e despacho de “papelada” o autarca ainda arranja tempo na agenda para receber as pessoas que o procuram diariamente nos Paços do Conselho. Assim, depois de reunir com os funcionários da autarquia Gustavo Duarte recebeu um munícipe durante alguns minutos.

Depois da reunião, o autarca foi visitar as obras do Centro de Saúde, que vai “funcionar em conjunto com o Serviço de Urgência Básica”, declarou. Com prazo de execução até janeiro de 2018, Gustavo Duarte aponta que para dezembro as obras estejam já concluídas.

O autarca em visita à obra do Centro de Saúde com funcionário da Câmara/ Foto: Salomé Ferreira

Esta unidade de saúde vai resultar de um investimento superior a um milhão de euros, “em que o município vai adiantar o dinheiro e depois vai ser ressarcido da componente nacional pelo Ministério da Saúde”, explicou o edil ao afirmar que este é “um serviço vital para o concelho”.

Da saúde o presidente passou para a cultura e foi até Freixo de Numão ao Museu da Casa Grande onde acompanhou a equipa do VivaDouro por uma visita pela história desta freguesia, com destaque para as várias descobertas arqueológicas feitas ao longo dos anos e que agora estão em exposição neste núcleo museológico. Assim, o relógio marcava as 18h30 quando o dia do presidente terminou.

 

 

, , , , ,