“Para um presidente um dia nunca é igual ao outro”

Rui Santos, Presidente da Câmara de Vila Real

Rui Santos, Presidente da Câmara de Vila Real

Rui Santos preside a Câmara Municipal de Vila Real desde setembro de 2013, tendo desde essa altura assumido o compromisso de que prefere “cumprir do que prometer”. O VivaDouro acompanhou o autarca na rúbrica “Um dia com o presidente”.

“A minha rotina é não ter rotina”, revela Rui Santos afirmando que para um presidente um dia nunca é igual ao outro. Cada dia nasce com novos problemas e desafios, “quando se pensa que um problema está resolvido surge logo outro”, declara o autarca.

O dia com o presidente começou pela visita às obras que se encontram a decorrer no circuito, com vista a melhorar as condições de segurança exigidas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), para a realização da prova este ano. Na opinião de Rui Santos esta intervenção “é um investimento extraordinário e útil porque são revitalizados espaços que não eram utilizados e assim poderão ser aproveitados para outros fins”. O presidente acrescenta ainda que estas obras são essenciais para que “o circuito seja uma realidade e que traga a Vila Real o maior evento desportivo em Portugal este ano”.

Próxima paragem: obras de revitalização do campo de Abambres, incluídas no plano de requalificação de campos de futebol com a colocação de relvado sintético, no seguimento do que tinha sido prometido durante as eleições. Com um investimento de 1220 mil euros já se encontram em curso duas das três alterações em campos de futebol que o município se propôs realizar. De acordo com o autarca as obras no terceiro campo, situado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, iniciarão nos próximos dias.
O objetivo destas obras passa sobretudo por proporcionar aos jovens e crianças do distrito
locais onde possam praticar desporto “em condições e com dignidade”, afirmou o presidente. Adiantando ainda que todas estas intervenções irão estar concluídas até julho deste ano.

Durante a viagem de carro para o campo de Calvário, Rui Santos confessou ao Viva Douro
que considera uma “vitória o facto de a autarquia ter iniciado estas obras após cerca de ano
e meio” de se encontrar a presidir o município.

Depois da visita a este empreendimento, o Viva Douro acompanhou o presidente ao local onde está a ser construído de raiz o Parque de Ciências e Tecnologias, um investimento superior a 13 milhões de euros, realizado em parceria entre a Câmara Municipal de Vila Real, a UTAD,  a Câmara de Bragança e o Instituto Politécnico desta cidade.
No ponto de vista de Rui Santos o nascimento deste parque deixará a “impressão digital da
autarquia no concelho de Vila Real”, tornando-se como um projeto vital para a região. A construção terá como finalidade a criação de uma incubadora e aceleradora de empresas, bem como um centro de investigação na área vinícola, constituindo-se assim como “um polo de excelência na europa e no mundo”, declarou o autarca. Um dos principais objetivos é atrair empresas e empresários, com vista à criação de emprego na região.

Em conversa, o autarca confessou que, neste momento, uma das principais prioridades
é “modernizar, revitalizar e redimensionar o centro histórico da cidade”. Nesse seguimento,
o executivo confessa que nesta altura do mandato tinha esperança de já ter conseguido
disciplinar o estacionamento nessa zona da cidade.

Relativamente aos problemas que Vila Real enfrenta neste momento, Rui Santos aponta a baixa taxa de cobertura na área do saneamento como uma das suas principais
preocupações. Para a resolução desta dificuldade o autarca espera que o próximo
quadro comunitário aceite os projetos relativos a esta questão, como serve de exemplo
a proposta para aumentar a taxa coletiva na área do saneamento.

Para terminar Rui Santos revela que só no final do mandato fará uma avaliação acerca de tudo o que prometeu e se“sentir que não cumpri não terei condições de voltar a ser candidato”, declarou. O presidente garantiu ainda que até 2017,“todas ou quase todas as promessas serão escrupulosamente cumpridas”.

,