Alexandre Ferreira, da ALD, reage às recentes declarações sobre a RDD

Alexandre Ferreira, presidente da Associação da Lavoura Duriense, e candidato às eleições da Casa do Douro, enviou uma nota à comunicação social onde reage às recentes notícias sobre a Região Demarcada do Douro e os efeitos da pandemia Covid-19. Leia aqui o documento.

“As voltas que o mundo dá

É notório o nervosismo que paira no ar, a propósito da próxima vindima, na região do Douro.

Aqueles que, o ano passado, apoiaram um corte no “benefício” de quase 7% (menos 8.000 pipas), apesar das vendas de vinho do Porto terem aumentado, defendem, agora, que o “benefício” deste ano, não pode diminuir, por causa do coronavírus.

Aqueles que, diariamente, vêm a público anunciar quebras superiores a 25%, nas vendas de vinho do Porto, são desmentidos, no dia seguinte, pelas declarações do Presidente do IVDP que declara que “as quebras ainda são insignificantes”.

Aqueles que, em março ultimo, davam entrevistas a revistas do setor vinícola, a dizer que as suas empresas eram financeiramente sólidas, no mês seguinte já estavam a fazer um aproveitamento, imoral, do lay-off, para ir buscar dezenas de milhar de euros, ao Estado.

Mas, o que mais sobressaiu nos últimos dias, foi a tomada de posição de um autarca da região, a propósito da importância que a Casa do Douro teve no passado, quando adquiria vinhos aos viticultores.

Para não correr o risco de cometer alguma imprecisão, vou citar, palavra por palavra, o que veio escrito em vários órgãos de comunicação regionais:

” (A CASA DO DOURO)…um pilar importante na região, foi desmantelada pelo poder político da altura, com enorme ignorância e irresponsabilidade, mas também com o silêncio quase generalizado do poder. Uma região inteira não foi capaz de a preservar, num sinal de divisão e de derrotismo inexplicáveis”.

É extraordinário verificar as voltas que o mundo dá!

Aquele autarca não sabe que foi a Associação de Empresas de Vinho do Porto (AEVP) que exigiu ao Governo de Passos Coelho, a extinção da Casa do Douro?

Aquele autarca não sabe que o Presidente da Federação Renovação Douro (FRD) fazia parte dos órgãos sociais da AEVP?

Aquele autarca não sabe que foram elementos da FRD que participaram no assalto ao edifício sede da Casa do Douro?

Aquele autarca tomou alguma iniciativa para impedir a extinção da Casa do Douro?

Aquele autarca não sabe que foi a FRD que pediu ao senhor Presidente da República para vetar a lei que determinou a reinstitucionalização da Casa do Douro?

Uma nota final para aplaudir a “carta aberta” do grupo Symington, solicitando que TODAS as entidades do setor participem nas decisões que urge tomar, para evitar que o caos se instale na região”.