Ativo´16 promove o empreendedorismo jovem através da partilha de casos de sucesso

Foto: Direitos Reservados

Foto: Direitos Reservados

A Utad Solutions Consulting (USC), Empresa Júnior da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro organizou, pelo 5.º ano consecutivo, mais uma edição do Ativo, conferência anual sobre Empreendedorismo e Liderança. Fortunato Frederico, Sara Nunes, Eduarda Freitas, Miguel Neiva e Helena Ribeiro foram alguns dos oradores que estiveram presentes nesta edição do Ativo.

Com casa cheia ao longo de todo o dia, foi a 2 de março que teve lugar o Ativo´16, conferência anual que tem como objetivo a partilha de ideias, de forma a contribuir para o desenvolvimento do empreendedorismo dos estudantes na região de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Sob o lema “Vais ficar desativo?”, o programa promoveu a partilha de experiências e ideias de várias personalidades empreendedoras, “que atingiram o sucesso através de muito esforço e iniciativa própria”.

“O orador é um exemplo que pode inspirar os estudantes, principalmente em tempos complicados como os atuais, em que as perspetivas de um bom emprego são neste momento muito baixas”, explica a organização.

Na edição deste ano a USC, empresa organizadora do evento, ao contrário de anos anteriores, optou por não escolher um tema para as conferências, “não quisemos ter um tema, escolhemos os oradores pelo caráter da pessoa e a vontade que ela tinha de falar”, explicou ao VivaDouro Beatriz Carvalho Pereira, membro da organização.

Foi exatamente essa vontade de partilhar a própria experiência que levou Miguel Neiva a aceitar o convite da organização para fazer parte do painel de oradores.

Designer Gráfico e ex-docente na Universidade do Minho, Miguel Neiva foi o primeiro português a integrar a rede da Ashoka, organização que identifica e apoia ideias socialmente inovadoras que têm potencial para mudar o mundo, com a criação de um código gráfico monocromático de identificação de cores para pessoas que sofrem de daltonismo.

Inventor do projeto ColorADD, Miguel Neiva acredita que “partilhar experiências é uma maneira de ajudar no bom sentido quem quer fazer um caminho que não foi feito por ninguém de perceber e aprender com a experiência dos outros”, revelou ao VivaDouro.

Sublinhando a importância deste tipo de eventos, o empreendedor quis deixar uma mensagem para todos os estudantes que se encontram a ingressar no mercado de trabalho: “para os bons há sempre lugar, por isso queiram ser os bons mas não a qualquer preço, porque a paixão e a vontade de se fazer uma coisa de que se gosta, pelo menos no meu caso, é metade do meu ordenado e é o que me faz levantar de manhã para trabalhar, o prazer que tenho naquilo que faço”, afirmou ao VivaDouro.

Com um bloco de conferências de manhã e outro da parte da tarde, o evento contou com a sala lotada em todas as intervenções, sendo que a plateia era na sua maioria constituída por estudantes, “mas também pela população em geral e por professores”, ressalvou Beatriz Carvalho Pereira.

Questionada acerca da adesão do público ao longo das cinco edições, a aluna de Mestrado em Engenharia Mecânica, revela que no “ano passado houve um bocadinho menos pessoas, talvez porque a divulgação foi feita um pouco mais tarde”, declarou.

Pedro Fernandes, aluno da licenciatura em Engenharia Mecânica na UTAD, participou pela primeira vez no evento, “houve alguns colegas do meu curso que já me tinham falado de outras edições e decidi vir experimentar”, afirmou ao VivaDouro.

“Nós como universitários e no meu caso em particular como finalista, este tipo de eventos acaba por nos dar uma grande motivação para quando sairmos para o mercado de trabalho”, revelou ao falar da importância do evento.

Eva Rodrigues, aluna do segundo ano no curso de Gestão, acredita que o “empreendedorismo é sem dúvida uma solução para o desemprego jovem, porque vai gerar mais postos de trabalho”, explicou a estudante que se encontrava a assistir ao bloco de conferências.

A organização fez um “balanço positivo” da 5.ª edição do Ativo, garantindo já a realização do Ativo´17 no próximo ano.

, , , ,