Banda de Música de Sabrosa lança segundo CD

Banda em desfile| Foto: Direitos Reservados

Banda em desfile| Foto: Direitos Reservados

A Banda de Música de Sabrosa lançou o segundo CD, denominado “IDENTITAT”. O álbum é constituído por um reportório de sete faixas e engloba a participação de mais de 60 instrumentistas.

Fundada em 1861 e com uma atividade contínua desde 1980, aquando da criação da Associação Recreativa, Cultural e Musical de Sabrosa onde está inserida, a Banda de Música, que tem como maestrina Cláudia Macedo, agrega atualmente cerca de 65 elementos, na sua maioria jovens.

Em conversa com o VivaDouro, José Adelino Gonçalves, vice-presidente do grupo sabrosense, revelou que atualmente a associação é a instituição do concelho “com mais impacto e que mais longe leva o nome de Sabrosa”. “De alguns anos para cá que estamos com as agendas totalmente preenchidas durante todo o ano, o que já não acontecia há muito tempo, chegamos cada vez mais longe”, frisou o vice-presidente.

Depois da gravação do primeiro CD, em 2006, surge agora o álbum IDENTITAT, nome proveniente do latim e que significa identidade, “o nome traz-nos a identidade da banda neste ponto da nossa história”, afirmou José Adelino Gonçalves, revelando que o feedback positivo que têm recebido após o lançamento do álbum “faz-nos pensar que temos um bom trabalho”.

“Achamos que estava na altura ideal da banda e dos novos músicos terem um desafio, mostrar a realidade atual da banda em relação aos dez anos passados. Estávamos numa fase de muita atividade e quisemos marcar esse momento especial”, contou o sabrosense.

O CD conta com a colaboração do Mar de Pedra, grupo de cantares populares de Vila Real, que marcou presença com uma faixa interpretada por si. “No futuro queremos desenvolver um novo projeto que passa por um concerto elaborado com o Mar de Pedra, onde se misture a música popular com a filarmónica”, revelou José Adelino Gonçalves.

Associada à banda está a escola de música do concelho com cerca de 40 alunos. “Toda a nossa formação está voltada para criarmos músicos, sempre direcionados para a nossa banda, mas temos casos de alunos que preferem não entrar, ficam apenas com a formação”, afirmou o vice-presidente.

O próximo projeto da banda realizar-se-á em junho com a 4.ªedição do Festival de Bandas e Música em Sabrosa, que não passa só pela filarmonia. “Tentamos dar sonoridade à música, que as pessoas tomem contacto com tradição antiga, com novos projetos, tentamos divulgar a música ao máximo”, concluiu José Adelino Gonçalves.

 

, , ,