Câmara de Murça entre as melhores do país a comunicar na Internet

Foto: Direitos Reservados

Foto: Direitos Reservados

No âmbito de um estudo desenvolvido pelo Departamento de Sistemas de Informação da Universidade do Minho, promovido através do GÁVEA – Laboratório de Estudos e Desenvolvimento da Sociedade da Informação sobre Local e-Government em Portugal, com o apoio da Microsoft, foi divulgado no passado mês de outubro, o Índice da Presença na Internet das Câmaras Municipais Portuguesas, que classificou o site da Câmara Municipal de Murça na 19.º posição no ranking global, no universo dos 308 municípios portugueses.

A presença das Câmaras Municipais portuguesas na Internet tem sido, desde 1999, objeto de estudo do Gávea que, através da publicação de relatórios periódicos. É também analisada a evolução de cada uma das autarquias em relação aos estudos efetuados anteriormente.

A Câmara Municipal de Murça obteve assim a maior evolução desde a existência deste estudo, saltando da 236.º (posição em 2012), para a 19.º em 2014, tendo este ano alcançado a 2.ª posição ao nível do distrito de Vila Real, e 1.ª posição da Comunidade Intermunicipal do Douro

De acordo com José Maria Costa, “este resultado é um motivo de orgulho para o município de Murça e mostra que estamos no caminho certo na forma como se comunica com a população através da Internet”.

O referido ranking global da presença na Internet das Câmaras Municipais portuguesas é o reflexo de um estudo que organiza os sítios Web das Câmaras em função da pontuação obtida num conjunto de indicadores, como o tipo de conteúdos e respectiva actualidade (Critério 1), a acessibilidade, navegabilidade e facilidade de utilização dos sítios Web (Critério 2), os serviços online que as câmaras municipais disponibilizam ao cidadão (Critério 3) e, por último, os meios que são disponibilizados com vista à participação do cidadão nos assuntos da Câmara Municipal (Critério 4).

Segundo a autarquia, “este estudo evidencia que continuam a verificar-se excelentes exemplos de presença na Web em autarquias com características e contextos muito diversos. Ainda mais importante que o contexto, é a capacidade dos seus dirigentes e profissionais continuarem, por um lado, a desenvolver estratégias inovadoras tendo em vista a melhoria contínua dos serviços disponibilizados aos cidadãos e às empresas e, por outro, a melhorar as suas interações com os cidadãos através da Internet”.

 

, , , ,