Casa do Benfica angaria brinquedos para crianças do CAT

Direção da Casa do Benfica de Lamego

Direção da Casa do Benfica de Lamego

A Casa do Benfica de Lamego está a realizar uma campanha de solidariedade, através da recolha de brinquedos para crianças do Centro de Acolhimento Temporário. A iniciativa começou no dia 11 de novembro e decorrerá até ao natal.

“Uma prenda, um sorriso” é o lema da campanha que moveu a direção da Casa do Benfica na angariação de brinquedos usados. A Casa da Misericórdia do município associou-se a esta causa solidária para que os brinquedos sejam entregues às crianças do CAT.

Segundo João Pereira, presidente da direção da Casa do Benfica de Lamego, “um elemento da equipa, em tempos teve contacto com estas crianças e, percebeu que com um simples carro de brincar sem rodas, os miúdos ficavam alegres”, afirmou.

“Estamos em tempo de natal e nada melhor que nos associarmos a esta causa”, declarou João Pereira, salientando que o Benfica é “um clube de todos e para todos e estas crianças precisam de nós”.

A iniciativa decorrerá até “uns dias antes do natal”, revelou o presidente da direção da Casa do Benfica, afirmando que posteriormente se realizará uma pequena festa com as crianças, para que sejam distribuídos os brinquedos angariados.

João Pereira confessou que tem vindo a realizar atividades do género ao longo da sua vida, mas como presidente da Casa do Benfica é a primeira vez. O lamecense afirma que “faltam iniciativas solidárias sem ser no natal mas, infelizmente, as pessoas só se lembram nesta época do ano”, garantindo que “na direção do clube vamos ter muitas mais ações do género, vamos dar continuidade a estas ações”. O benfiquista confessou ao VivaDouro que sente necessidade de realizar este tipo de iniciativas em prol dos outros, porque “infelizmente há muitas pessoas necessitadas ao longo de todo o ano, o natal deveria ser todos os dias”, afirmou.

Em relação à campanha, João Pereira espera uma forte adesão por parte da população do concelho, acreditando que as pessoas não olharão para o clube mas sim para a causa solidária, “ Lamego é um meio muito pequeno e felizmente as pessoas sabem deixar o futebol de lado e ajudar, penso que não haverá preconceito”. “Não é o futebol que está em causa, são as crianças”, conclui o presidente da Casa do Benfica.

, , ,