Ciência, Vinho & Território em debate no novo Parque de Ciência e Tecnologia em Vila Real

Parque de Ciência e Tecnologia/ Foto: Salomé Ferreira

Parque de Ciência e Tecnologia/ Foto: Salomé Ferreira

Cerca de 300 pessoas participaram, no passado dia 29 de maio, na conferência “Ciência, Vinho & Território”, realizada no novo Parque de Ciência e Tecnologia – Regia Douro Park, em Vila Real. O encontro foi organizado pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), com o apoio da CCDRN e da Câmara Municipal de Vila Real.

“Escola de Campeões” foi assim que José da Silva Peneda, presidente do Concelho Geral da UTAD, denominou a nova geração de enólogos formados na instituição. Durante a sua intervenção na sessão de abertura da conferência, José da Silva Peneda, revelou ainda a o nome dos primeiros mentores, que irão dar apoio aos estudantes finalistas do curso de enologia da universidade.

Francisco Olazabal, da Quinta de Vale Meão, Luís Coelho da empresa Prats e Syminton e João Pedro Ramalho, da Symninton Family Estates serão os primeiros a abraçar o desafio. Desta forma, os estudantes vão ter a oportunidade de aprender com os enólogos que estão na origem dos três vinhos que se encontram entre os primeiros lugares da Lista de 2014 da revista Wine Spectator.

O encontro teve ainda como objetivo reunir agentes políticos, empresários e empreendedores com o intuito de debaterem questões relacionadas com os desafios da fileira vitivinícola, a viticultura sustentável e a biodiversidade, bem como o trinómio Vinho-Gastronomia-Turismo: um projeto “mobilizador de âmbito internacional”, de acordo com António Fontainhas Fernandes, Reitor da UTAD.

Após um investimento de nove milhões de euros, o Regia-Douro Park encontra-se pronto a receber iniciativa empresarial, investigação, desenvolvimento e tecnologia, condições que na opinião de Rui Santos, presidente da Câmara Municipal de Vila Real, são “essenciais para o futuro da Região”, afirmou o autarca na abertura do evento.

“Gostava que estivéssemos a assistir ao nascimento de uma nova indústria na região. Uma indústria que vai exigir muito trabalho e incorporação de conhecimento”, confessou o presidente da CCDRN (Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte), na conferência.

No âmbito da iniciativa foi ainda anunciada a criação de uma Carta de Vinhos criada por enólogos formados na UTAD, que se encontra a ser concebida pela designer Rita Rivotti, também ela formada pela instituição.

Outro dos objetivos do evento passava por aliar o vinho à gastronomia, desta forma, realizou-se um show cooking da responsabilidade do Chef Luís Portugal e uma prova de vinhos onde foi possível degustar mais de 60 criações com a marca Douro.

, , ,