Circuito Internacional de Vila Real gerou impacto de 80 a 90 milhões de euros

Resultados foram divulgados na passada segunda-feira/ Foto: Sofia Costa

A edição do ano passado do Circuito Internacional de Vila Real gerou um impacto global de “cerca de 80 a 90 milhões de euros”. Durante os três dias do evento assistiram às provas cerca de 200 mil pessoas.

Os resultados da 46.ª edição do Circuito Internacional de Vila Real foram divulgados, no passado dia 24 de abril, pelo Município de Vila Real e a APCIVR- Associação Promotora do Circuito Internacional de Vila Real.

Durante três dias de prova cerca de 200 mil pessoas assistiram às corridas ao vivo. Este valor corresponde a um aumento de 10% de espectadores em relação a 2015.

No que respeita ao retorno financeiro direto para a região, falamos em 15 milhões de euros em despesas com alojamento, restauração, transportes e souvenirs.

O valor global ronda “cerca de 80 a 90 milhões de euros”, que inclui os valores gerados de forma indireta, como é o caso do retorno mediático. A nível nacional este retorno é na ordem dos 12 milhões de euros e a nível internacional o valor ronda entre os 50 e os 60 milhões de euros.

Em termos de impacto mediático, o WTCC, foi transmitido durante 146 horas em 78 canais em todo o mundo.

Para a edição de 2017, François Ribeiro, diretor da Eurosport já revelou algumas novidades: a introdução de uma “joker lap”, que irá trazer “emoção” e “estratégia” para a corrida, o recurso a drones ou helicópteros para transmitirem imagens aéreas não só da cidade, como de toda a região, entre outras.

 

 

 

 

, , , , ,