1ª Edição Magos da Guitarra, festival

0
1ª Edição Magos da Guitarra, festival

A 1ª edição do Magos da Guitarra, festival acontece em março em quatro concelhos do Douro: Carrazeda de Ansiães, Tabuaço, Torre de Moncorvo e Sabrosa.

Esta iniciativa é pensada para divulgar e dinamizar culturalmente este território de Trás-os-Montes e Alto Douro como um todo, trazendo a esta região uma série de guitarristas que se destacam pelas suas habilidades em área musicais diversificadas como: fingerstyle, blues, jazz e flamenco.

Em declarações ao VivaDouro, Rui Fernandes, membro da organização, disse que não se trata apenas de uma estratégia cultural e que “faz mais sentido a existência de um evento que deixe marca, por isso insistimos na existência de workshops ou encontros informais com os guitarristas, nas localidades”.

Nesta primeira edição foram convidados Pedro Andrea, guitarrista espanhol aclamado por Carlos Santana; Cláudio César Ribeiro, guitarrista brasileiro da área do jazz; David Silva, destacado guitarrista de flamenco e Sönke Meinen¸ que vem da Alemanha, demonstrar a sua técnica fingerstyle.

No total serão oito concertos que se vão realizar durante o mês de março, nos dias 4 e 5, em Tabuaço e Carrazeda de Ansiães; dia 11 em Torre de Moncorvo; 18 e 19 em Sabrosa e Tabuaço, e, finalmente, 25 e 26, em Sabrosa, Torre de Moncorvo e Carrazeda de Ansiães.

A existência do Magos da Guitarra, festival é também uma resposta a verdadeiras legiões de seguidores da guitarra nas suas mais variadas tendências e, segundo o organizador, “é, ela também, um teste e resposta a uma iniciativa que não privilegia nenhuma área musical em específico, mas, antes, o virtuosismo e a excecionalidade da performance dos intervenientes”.

Magos da Guitarra, festival marca pela diferença numa manifestação musical alargada que conjuga todas as características e especificidades de um novo mundo à volta da guitarra.

No que diz respeito ao planeamento do evento, a organização não apontou nenhuma dificuldade, pelo contrário, acreditam que o mesmo será um sucesso e que irá marcar a diferença na programação e dinâmicas culturais.

“Tivemos a sorte de Carrazeda de Ansiães, Sabrosa, Tabuaço e Torre de Moncorvo, desde que lhes foi apresentada a ideia, acarinharem o projeto, se envolverem ativamente na sua realização e confiarem, como nós, que este “Magos da Guitarra, festival” poderá ser uma mais valia  cultural enorme quer para as dinâmicas culturais de cada uma e para este território de Trás-os-Montes e Alto Douro como um todo”, conclui Rui Fernandes.