A música celebra-se “a olhar para cima: que é onde o futuro acontece”

A Inquieta – Agência Criativa está a celebrar os 20 anos de Douro Património Mundial com o seu projeto “Banda à Varanda”.

Até ao final deste ano 4 localidades durienses recebem 4 Bandas Filarmónicas locais, num ciclo de 4 concertos com partituras escritas a 4 mãos pelos compositores Ângela da Ponte e Fábio Videira. Uma ousada componente performativa e teatral encenada por Luís Santos e Ángel Fragua, com direção musical e artística de Valter Palma e Luís Santos.

Recorrendo ao conceito criado em 2016, a Inquieta volta a convidar o público “a olhar para cima: que é onde o futuro acontece” num concerto que não é tradicional: “O espetáculo é desenhado consoante o local onde o concerto irá ser realizado” conta Eduarda Freitas, da Inquieta, não havendo dois espetáculos iguais, “porque os espaços onde vão ser feitos condicionam a forma como os músicos se vão posicionar, como se vão ouvir e, também, o local onde o público vai estar a assistir”. O objetivo do projeto é também trabalhar a relação entre a música, o património e as pessoas.

Em paralelo ao próprio espetáculo, há todo um trabalho de produção de envolver a comunidade local onde o concerto vai ser realizado, “pois é necessário falar com os donos das casas onde estão as varandas, envolvê-los no processo para que abram as suas casas e as suas varandas aos músicos”, sublinha Eduarda Freitas. O trabalho com as bandas filarmónicas é fundamental. “Valorizamos muito o trabalho das Bandas Filarmónicas, grandes escolas para muitos jovens, e um coração para muitas aldeias de Trás-os-Montes e Douro. Por isso, quisemos envolvê-las neste projeto desde o início.”

Neste ciclo de concertos, a Banda à Varanda conta ainda com a participação de músicos da Banda Sinfónica Transmontana.

O primeiro concerto da Banda à Varanda – 20 anos a olhar o Douro Património Mundial foi com a Banda de Música de Sanguinhedo (Vila Real). Os próximos espetáculos irão realizar-se no dia 17 de outubro, pelas 15h, com a Banda Musical da Cumieira (Santa Marta de Penaguião), no dia 23 de outubro com a Banda de Filarmónica de São Mamede de Ribatua (Alijó) e, em data a definir, com a Banda Filarmónica de Magueija (Lamego).

O projeto Banda à Varanda – 20 anos a olhar o Douro Património Mundial é cofinanciado pelo Portugal 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *